26-11-2019 Paulo Alexandre Imprimir PDF     Print    Print

Alcobaça tem 13 pedreiras em situação crítica

O concelho de Alcobaça tem 13 pedreiras em situação crítica com necessidade colocação de sinalização na zona envolvente. A informação consta do Plano de Intervenção nas Pedreiras em Situação Crítica, apresentado no passado dia 18.

Situação Crítica, apresentado no passado dia 18.
O estudo resulta de um levantamento da Empresa de Desenvolvimento Mineiro, elaborado após o acidente de 19 de novembro de 2018, quando um troço de uma estrada entre Borba e Vila Viçosa colapsou, provocando cinco vítimas mortais.
O Presidente de Câmara de Alcobaça, Paulo Inácio, informou que a Autarquia cumpriu todas as recomendações feitas pela empresa responsável pela fiscalização.
Entre março e abril, as autoridades visitaram as 150 pedreiras identificadas como estando em situação crítica e a necessitar de sinalização de trânsito na zona envolvente.
Foram depois enviados planos de sinalização às entidades gestoras das vias de comunicação e, entre maio e setembro, foram colocados os sinais nessas vias.
Segundo a informação distribuída na apresentação da execução do Plano de Intervenção, em Lisboa, a colocação dos sinais de trânsito ficou concluída em 25 de setembro.
Foram instalados um total de 1.253 sinais, dos quais 151 são de interdição (44 de interdição a pessoas, sete de interdição a automóveis pesados e 72 de interdição geral) e 1.102 de sinalização não especificada, num investimento que rondou os 196 mil euros.
O município de Vila Viçosa (distrito de Évora) era aquele que possuía o maior número de pedreiras com necessidade de sinalização na zona envolvente (19), seguido dos municípios de Alcobaça (distrito de Leiria), Borba (Évora) e Ponte de Lima (Viana do Castelo), com 13 pedreiras cada.

Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar