14-02-2020 Paulo Alexandre Imprimir PDF     Print    Print

Alunos do 9º ano estudam “Os Lusíadas” visitando o Percurso Camoniano – Pedro e Inês em Cerâmica de Alcobaça

O Percurso Camoniano – Pedro e Inês em Cerâmica de Alcobaça irá ser visitado pelas turmas de Português do 9º ano das escolas do concelho, uma medida de apoio ao estudo d’“Os Lusíadas” de Luís Vaz de Camões, implementada pela Câmara Municipal de Alcobaça.

Trata-se da obra maior da literatura portuguesa, cujos textos inspiraram as empresas alcobacenses de cerâmica a conceber as peças únicas que, desde 2017, se encontram em exposição permanente ao longo do Passeio Pedonal, na cidade de Alcobaça. A visita inclui ainda uma passagem pelo Jardim do Amor, também ele evocativo da história do amor trágico de D. Pedro I e D. Inês de Castro, e por fim uma visita os seus túmulos, na nave central do Mosteiro de Alcobaça.
Esta exposição é o resultado de um desafio lançado pela Câmara às empresas locais para que traduzissem, em peças artísticas, o universo literário, identitário e simbólico do amor de D. Pedro I e D. Inês de Castro. As peças baseiam-se na interpretação do episódio de Inês de Castro de “Os Lusíadas”, de Luís Vaz de Camões (séc. XVI); num soneto do mesmo autor e num outro de Miguel Torga (séc. XX).
“No ano em que os alunos se dedicam ao estudo da obra literária mais importante da língua portuguesa, o Município proporciona-lhes uma excelente oportunidade para identificar elementos concretos da História e do património do concelho com forte ligação a duas das mais importantes figuras históricas imortalizadas em “Os Lusíadas” de Camões. Deste modo, consolidam-se os conhecimentos adquiridos na sala de aula enquanto se desperta nas novas gerações o gosto pelo nosso património histórico”, considera a Vereadora da Cultura e Educação, Inês Silva.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar