21-06-2018 Sociedade,Lusa JL Imprimir PDF     Print    Print

Bombeiros Voluntários da Nazaré foram criados há 91 anos

Os Bombeiros Voluntários da Nazaré comemoraram 91 anos de existência da Associação Humanitária, no passado dia 10 de junho.

O Comandante da Corporação, João Paulo Estrelinha, falou no orgulho que sente pela equipa que tem vindo a construir e anunciou que está para breve a divulgação do nome de um “novo adjunto de comando, que será da minha confiança”.
O responsável pelo corpo de voluntários agradeceu os apoios atribuídos à sua Instituição ao longo do ano, que permitiram o equipamento individual do corpo de voluntários e o aumento da capacidade de resposta da corporação à população.
“Quero agradecer os equipamentos individuais, o apoio financeiro da Autarquia à Associação, a oferta de uma viatura de comando, e a entrada em funções da Equipa de Intervenção Permanente, pela qual lutámos durante 10 anos”, disse João Paulo Estrelinha, enumerando, em seguida, as necessidades da equipa para melhorar o funcionamento: “uma viatura de combate a incêndios e a requalificação do quartel”, tal como o “cartão social para os voluntários que, neste caso, deve ser uma das prioridades de atuação da Liga Portuguesa dos Bombeiros”.
Por seu turno, Joaquim Morais, Presidente da direção da Associação Humanitária, reforçou o apelo “à criação de condições de incentivo ao voluntariado, ação que se torna cada vez mais difícil de exercer” e à cooperação das entidades para que se possa avançar rapidamente para a requalificação das instalações dos Bombeiros.
O Presidente da Câmara Municipal, Walter Chicharro, falou da colaboração entre a Autarquia e os Bombeiros, que permitiu o seu equipamento com viaturas, vestuário de proteção individual, uma equipa de intervenção permanente e a transferência anual de 42 mil euros, tendo anunciado que está em estudo “estender a tarifa social da água aos Bombeiros, como um incentivo ao voluntariado, assim com o aumento das transferências financeiras da Câmara para a Associação Humanitária”.
“Tudo farei para chegarmos aos 60 mil euros anuais de transferência financeira da Câmara para a Associação até ao final do presente mandato”.
O autarca informou, ainda, que está em curso a colaboração da Câmara com a Associação Humanitária no sentido de apresentar um projeto de remodelação e adaptação das instalações às necessidades atuais de atuação da equipa de trabalho.
Para Walter Chicharro, trata-se de um “investimento da Autarquia em pessoas que arriscam a sua vida diariamente e durante as ocorrências a que são chamados pela segurança dos outros, e do concelho”.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar