06-04-2021 Mariana Martinho / Marina Ferreira Imprimir PDF     Print    Print

Cafés reabrem com esplanadas cheias

Restaurantes, cafés e pastelarias voltaram a abrir portas na passada segunda-feira com serviço em esplanada, com um limite máximo de quatro pessoas por mesa e um horário reduzido. Para os comerciantes caldenses, que reabriram com os lugares de esplanada quase todos ocupados, “esta solução é um balão de oxigénio para um dos setores mais afetados pela pandemia

[+] Fotos
As esplanadas também reabriram mas com um limite máximo de quatro pessoas por mesa e um horário reduzido
Citrus – coffee and healthy food
Para o proprietário, Hugo Almeida, que estava a funcionar apenas em regime de take-away, “esta reabertura das esplanadas foi uma solução muito boa, pois vai permitir aumentar a faturação, comparativamente aquela que estávamos a ter só em regime de take-away”. Apesar das restrições e dos lugares reduzidos, o responsável mostrou-se confiante nesta solução, que será “uma grande ajuda para o negócio”.
Ao mesmo tempo referiu que “os clientes já sentiam saudades de estar sentados na esplanada a beber um café e a desfrutar do bom tempo”.
Enquanto não acontece o regresso à normalidade, Hugo Almeida vai continuar a estar aberto com o serviço de esplanada disponível para 18 lugares, e com “a esperança de que, entretanto, as coisas melhorem e que possamos voltar a ter um funcionamento normal do café”.

Bar 120
O Café Bar 120, que está situado na Praça 5 de Outubro, também reabriu com “a esplanada quase lotada”, sublinhou o responsável pelo espaço, Paulo Mendes, que acompanhado da sua esposa, Edite Mendes, esperam que “seja para continuar assim”. Para o casal, “as pessoas já tinham saudades de vir até à esplanada, beber um café, e para ser sincero, nós também sentíamos falta dos nossos clientes”.
Com portas encerradas durante três meses, os responsáveis optaram por afixar as novas regras na entrada da esplanada, que tem cerca de cem lugares. “Neste momento, as pessoas estão a ser muito recetivas e respeitam as regras impostas no local”, frisou o casal, adiantando que “se não tomarmos conta de nós e dos nossos clientes, receio que isto vá complicar ainda mais”. “Caso isso aconteça, não vai ser fácil”, apontou.

Maratona
O Maratona também iniciou esta segunda-feira com uma “nova etapa” na sua atividade. “As esplanadas são sinónimo de bom tempo, e hoje sem dúvida, o tempo esteve do nosso lado”, frisou o responsável pelo espaço, José Elói, adiantando que “as diversas pessoas que apareceram no espaço já tinham saudades de comer ao ar livre”.
Para esta reabertura foram retirados lugares sentados e foi criada uma zona de serviço, o que “nos permitiu criar um pouco mais de privacidade”. Além disso “tentámos estender a esplanada um bocadinho para fora, o que permitiu hoje ter mais pessoas a almoçar”.
Apesar de nunca ter parado a atividade, José Elói referiu que “esta reabertura é sinónimo de uma ajuda muito grande, pois só na hora de almoço aumentamos o volume da faturação comparativamente a dias anteriores”. Disse ainda que “se houvesse mais dias assim, facilmente triplicávamos os valores que fazíamos em regime de take-away”.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar