30-10-2019 Imprimir PDF     Print    Print

Câmara gasta 27.950 euros para apoiar filme com iluminações de natal

Os vereadores do PS na Câmara das Caldas, Luís Patacho e Jaime Neto, abstiveram-se na votação da proposta de apoio apresentada pela produtora Santa Rita Filmes, para a realização de um filme de natal com gravações das imagens das iluminações de natal das ruas em Caldas da Rainha, a transmitir na SIC no dia de natal, num investimento camarário de 27.950 euros.

Os socialistas consideram que esta proposta de apoio para a produção de um filme “é muito vaga relativamente ao seu conteúdo e enquadramento espacial, dado que apresenta um guião muito genérico, não apresenta nenhum esboço nem descrição dos planos a rodar no espaço urbano das Caldas da Rainha, nem se percebe qual é a relação das imagens das iluminações de natal com os personagens e a história”.
Os autarcas consideram, por isso, que não têm elementos concretos para avaliar os eventuais benefícios que poderão resultar para a imagem da cidade e concelho com este apoio.
Entendem também que o investimento camarário “é uma verba elevada”.

Abstenção em transferência de farmácia

Luís Patacho e Jaime Neto também se abstiveram relativamente à emissão de parecer da Câmara Municipal das Caldas da Rainha sobre a transferência de instalações da Farmácia Caldense, da Praça 5 de Outubro, nº 7 para a Rua Vitorino Fróis, nº 57.
No seu entender, a transferência “tem impactos simultaneamente positivos e negativos sobre a necessidade de salvaguardar a acessibilidade das populações aos medicamentos, a sua comodidade, bem como a viabilidade económica da farmácia”.
Os vereadores do PS consideram que a transferência da farmácia “de uma praça central das Caldas da Rainha para uma rua com intenso tráfego rodoviário, tem um impacto negativo na salvaguarda e comodidade da acessibilidade das populações aos medicamentos, nomeadamente das populações mais idosas e que se deslocam prioritariamente a pé ou em transporte público”.
De acordo com os autarcas, o espaço na Rua Vitorino Fróis “oferece pouca comodidade e qualidade no acesso, nomeadamente pedonal, mas também há poucos lugares de estacionamento automóvel disponíveis no interior do lote, para além do problema acrescido das entradas e saídas dos automóveis”.
Apontam, por outro lado, que a transferência da farmácia “tem um impacto negativo na vivência urbana da Praça 5 de Outubro, dado que diminui a oferta de serviços e a desejável diversificação económica e social nesta Praça”.
No entanto, acham que há alguns efeitos positivos nesta transferência, nomeadamente o facto de não haver farmácias no bairro das Águas Santas e também o facto da localização proposta se situar perto da futura Unidade de Saúde Familiar de Santo Onofre, podendo vir a constituir um elemento positivo no processo de requalificação urbana deste bairro.
Recomendam, por isso, “mais e melhor investimento camarário nos planos de acalmia do trânsito, nomeadamente na Avenida Luís Paiva e Sousa e na Rua Vitorino Fróis, a criação de zonas 30 e a implementação de sistemas de mobilidade suave que favoreçam as deslocações a pé e em bicicleta”.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar