10-04-2013 Cultura, Economia, Sociedade, Lusa, Torres Vedras Lusa / Flávia Calçada Imprimir PDF     Print    Print

Carnaval de Torres Vedras tem impacto de 9 ME na economia local - estudo

Torres Vedras, 10 abr (Lusa) - O carnaval de Torres Vedras gera nove milhões de receitas na economia local durante os cinco dias do evento, segundo um estudo encomendado pela organização e apresentado na noite de terça-feira.

Torres Vedras, 10 abr (Lusa) - O carnaval de Torres Vedras gera nove milhões de receitas na economia local durante os cinco dias do evento, segundo um estudo encomendado pela organização e apresentado na noite de terça-feira.

O estudo, realizado pela Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche, apurou que os cinco dias e quatro noites do carnaval têm um impacto de nove milhões de euros na economia local, uma vez que cada um dos cerca de 350 mil visitantes gasta em média 82 euros.

A análise, baseada em inquéritos feitos a 2.349 visitantes e a 168 empresários locais durante a edição deste ano, conclui que 22,7% dos visitantes eram estreantes.

"Significa que o carnaval está a fidelizar e a atrair novos públicos", disse Francisco Dias, coordenador do estudo.

A procura do carnaval de Torres Vedras, em detrimento de outros, é justificada com o facto de ser o mais tradicional (33,5%), ter a melhor animação (32,4%) e ter agradado nas edições anteriores (9,9%). O carnaval de Torres Vedras é escolhido por 48,2% dos visitantes por ser o mais próximo do local da residência.

Mais de 40% do público é constituído por jovens até aos 25 anos e 30,9% têm entre os 25 e os 40 anos, sendo sobretudo oriundo não só de Torres Vedras, mas de concelhos vizinhos, da Área Metropolitana de Lisboa, margem sul do Tejo e distrito de Leiria.

Segundo o documento, cada visitante passa em média dois dias e meio no carnaval, sendo o sábado e a segunda-feira os dias do programa mais procurados.

A percentagem dos que se mascaram é de 67,5% e os que ajudam os filhos a mascararem-se é de 51,2%.

Os empresários estimam que o carnaval tem um impacto de 31% no seu volume de negócios, permitindo faturar nove milhões de euros.

O evento recebe por ano 350 mil visitantes e é o principal cartão-de-visita da cidade.

Um outro estudo da consultora de comunicação Cision conclui também que o carnaval vale cinco milhões de euros no mercado mediático, tendo este ano dado origem a 331 notícias em vários órgãos de comunicação nacionais e estrangeiros.

À margem da apresentação, António Esteveira, presidente do conselho de administração da empresa municipal Promotores, disse à agência Lusa que este ano foi possível obter resultados positivos nas contas do carnaval graças à afluência de visitantes.

O Orçamento foi este ano de 350 mil euros, menos 17% que em 2012.

FYC // JLG.

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar