10-04-2019 Imprimir PDF     Print    Print

Cidades e vilas cerâmicas portuguesas reúnem-se nas Caldas da Rainha

No dia 17 de abril, quando se completa um ano da existência da APTCVC (Associação Portuguesa de Cidades e Vilas de Cerâmica), os catorze municípios cerâmicos portugueses vão reunir-se nas Caldas da Rainha para comemorar esta data e para divulgarem aos seus objetivos junto de outras municípios candidatos à Associação bem como de ceramistas convidados vindo de todo o país.

Neste dia realizar-se-á uma reunião da direção da Associação, bem como uma assembleia geral das cidades e vilas cerâmicas portuguesas, para além de uma sessão de apresentação da Associação bem como de projetos em que as cidades cerâmicas europeias estão envolvidas com a participação de Portugal.
Haverá também uma receção com especialidades alimentares regionais e vinhos das várias cidades e vilas abrangidas pela Associação, para demonstrar o potencial de associar a cerâmica portuguesa à tradição gastronómica e vinícola do nosso país.
A APTCVC tem como membros fundadores os municípios de Alcobaça, Aveiro, Barcelos, Batalha, Caldas da Rainha, Ílhavo, Mafra, Montemor-o-Novo, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Tondela, Viana do Alentejo, Viana do Castelo e Vila Nova de Poiares, todos com fortes tradições ou importância económica no campo da cerâmica artesanal, patrimonial ou industrial, estando prevista para este dia a aprovação da lista dos membros honorários, onde estão incluídas as principais instituições da cerâmica portuguesa, bem como podem ser indicados ceramistas de créditos demonstrados ao longo da sua vida profissional.
Igualmente irá ser divulgado o programa do Bom Dia Cerâmica, que este ano terá lugar a 18 e 19 de maio em toda a Europa, para chamar a atenção do público e das autoridades nacionais para este produto e material ligado aos primórdios da civilização e que até hoje constitui um testemunho da criação humana e da criação de valor e de emprego.
Nas Caldas da Rainha será apresentada a candidatura do Município à Comissão Nacional da Unesco, com vista à nomeação de Caldas da Rainha a Cidade Criativa, no domínio do artesanato e artes tradicionais.
Será apresentado um estudo sobre um painel de azulejos de Jorge Colaço pela investigadora Cláudia Emanuel, no dia internacional do azulejo (6 de maio). Repartidos por vários locais da cidade, serão realizados workshops de cerâmica criativa, visitas guiadas à coleção da Fábrica Secla nas reservas municipais e visitas a ateliês de ceramistas caldenses, nos dias 19 e 20 de maio.
No dia 18 de maio, pelas 16h, no Museu José Malhoa, tem lugar a conferência integrada no “Dia Internacional dos Museus” e no “Bom Dia Cerâmica”.
A conferência procura reconstituir, com base em documentos inéditos, a trajetória artística e intelectual do artista plástico Luís Ferreira da Silva, na cidade de Paris, em 1967, em contacto com os seus criadores, galerias, escolas e museus, no ambiente fervilhante que antecede o Maio de 68.
A associação portuguesa está a concretizar a adesão ao Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial de Cidades Cerâmicas, que já é constituído pela Itália, França, Espanha e Roménia, a que se irão juntar este ano a Alemanha e Portugal.
Entre as principais cidades de tradição cerâmica europeia participantes nesta rede, estão Faenza, Albisola, Deruta, Nápoles, Nove, Pesaro (Itália), Aubagne, Saint-Amand-en-Puisaye, Sèvres, St. Quentin La Poterie (França), Talavera de la Reina, Alcora, Argentona, Manises (Espanha), Horezu (Roménia), Horn-Grensausen, Mettlach e Selb (Alemanha).
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar