04-08-2020 Imprimir PDF     Print    Print

Detido por suspeitas de incendiar casa

A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, identificou e deteve um homem, de 32 anos, por fortes indícios da prática de crime de incêndio, ocorrido no passado fim de semana, em Moledo, na Lourinhã.

PJ fez detenção de suspeito
Segundo a PJ, “a investigação esclareceu que o detido, após uma noite de diversão e já alcoolizado, quando se deslocava para casa, decidiu incendiar uma habitação devoluta na mesma rua, por ser pertença de um seu conhecido, com o qual tem divergências e conflitos há vários anos”.
Apurou-se, também, que, “em 2018, o detido já tinha incendiado um outro imóvel, propriedade do mesmo ofendido, situado na mesma artéria”.
A residência incendiada era constituída por dois andares, sendo o piso superior sustentado por madeiras, o qual acabou por ruir.
O incêndio só não tomou proporções de maior relevo devido a rápida atuação dos bombeiros, a qual afastou o perigo de alastramento a outras habitações, todas com estruturas de telhado em madeira.
O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo ficado sujeito à medida de coação de apresentações semanais às autoridades.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar