24-03-2021 Imprimir PDF     Print    Print

Placas explicam importância de peixes únicos na região

Foram inaugurados na passada segunda-feira, Dia Mundial da Água, os painéis informativos relativos ao projeto "Peixes Nativos", que marcam o início do programa "Preservação e Valorização dos Ecossistemas Aquáticos de Óbidos", numa parceria com o Instituto Superior de Psicologia Aplicada e a Águas do Tejo Atlântico.

Painéis informativos na confluência dos rios Arnóia e Real, no Arelho
A cerimónia simbólica decorreu junto a um dos painéis informativos, na confluência dos rios Arnóia e Real, no Arelho. Foram ainda plantadas duas árvores junto destes cursos de água.
Margarida Reis, vereadora com o Pelouro da Saúde e Bem-Estar, afirmou que “há muito trabalho em conjunto, nestas áreas, para ser feito”. A autarca explicou que a inauguração destas placas, com informações sobre os peixes nativos dos rios do concelho, “serviu para lançar este projeto municipal, que tem o objetivo, como o próprio nome indica, de preservar e valorizar os ecossistemas aquáticos do concelho de Óbidos, tendo em vista a saúde e bem-estar dos munícipes”.
Revelou ainda que “vamos começar já com um webinar, em breve, e, no dia 30 de abril, vamos ter atividades educativas junto do rio Arnóia”, com a turma aderente do Complexo Escolar do Alvito.
Sara Duarte, da empresa Águas do Tejo Atlântico, disse que “já há sete municípios, no Oeste, que fazem parte deste projeto, para a monitorização, sensibilização e para a reabilitação das linhas de água do concelho”.
O projeto, paralelamente às monitorizações científicas, tem realizado ações de sensibilização ambiental dirigidas a crianças das escolas de 1º ciclo dos concelhos ribeirinhos.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar