13-11-2019 Imprimir PDF     Print    Print

Quinta do Gradil - muito mais do que vinho

A estação fruteira Frutus (Peral, Cadaval) está a desenvolver um programa de visitas para alunos de 1º ciclo, no intuito de dar a conhecer o setor frutícola, ao nível da produção, armazenamento, embalamento e expedição de peras e maçãs. A iniciativa destina-se a proporcionar às crianças contacto com este pilar importante da economia local.

O programa de visitas da Frutus visa, explicou Délia Fialho, técnica da Frutus, “possibilitar o contacto com a fileira da pera rocha e maçã de Alcobaça, de forma a envolver e estimular os jovens para uma das atividades económicas mais representativas do concelho e que, para muitos, é mal conhecida”.

“Permitirá o contato com o processo ao longo da cadeia de produção, desde o pomar à conservação, manipulação, até à expedição na central fruteira”, referiu a engenheira.

Este projeto pretende ainda possibilitar aos mais novos “observarem aspetos do ciclo vegetativo, da biologia da árvore, como a flor, o vingamento, assim como a biodiversidade, a nossa relação com o ecossistema e as práticas sustentáveis que suportam a atividade frutícola”, avançou Délia Fialho.

No âmbito deste programa, no passado dia 16, os alunos das turmas 8 e 9 (4.º Ano) da EB1 do Cadaval visitaram uma exploração frutícola na freguesia da Vermelha, pertencente a um associado da estação fruteira Frutus.

Os estudantes foram recebidos pela técnica da Frutus e ainda pela produtora Selma Martins, tendo visitado uma parcela de macieiras Fuji, que estava em plena colheita.

 “Após uma explicação sobre o ciclo anual da árvore, as fases mais representativas da produção, o maneio sustentável do pomar (formas de condução, monitorização e controlo de pragas alternativo ao uso de pesticidas), o grupo teve oportunidade de fazer colheita aplicando os cuidados necessários”, indicou a representante da Frutus. 

Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar