23-10-2019 Marlene Sousa Imprimir PDF     Print    Print

Showcooking de alimentação saudável no hospital das Caldas

A Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste (EHTO) levou, no passado dia 16, a cozinha para a entrada da consulta externa do Hospital das Caldas, onde dinamizou uma ação de showcooking de alimentação saudável. Esta ação, que comemorou o Dia Mundial da Alimentação, foi promovida pela equipa de Nutrição e Dietética do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) em parceria com a EHTO.

[+] Fotos
O hospital das caldas promoveu uma ação de showcooking de iguarias saudáveis
O evento consistiu numa demonstração de cozinha “ao vivo”, onde a formadora Joana Mendes, acompanhada por quatro alunos do curso de cozinha, confecionaram receitas saudáveis para profissionais da área da saúde, doentes e seus familiares que se encontravam à espera de consulta. As iguarias confecionadas foram crepes de beterraba com recheio de legumes, bolinhas de grão e alho-francês, tarte de pera em base de avelã, húmus de espinafres e de beterraba e uma sugestão de pequeno almoço à base de iogurte, com granola e parfait de maçã e pera salteadas em mel. Ensinaram ainda a fazer águas aromatizadas.
As pessoas demoraram algum tempo a aderir à iniciativa, mas depois de Joana Mendes e os estudantes começarem a explicar os ingredientes e a forma de confeção o público juntou-se e teve a oportunidade de degustar as iguarias preparadas. Em simultâneo, Joana Mendes explicou o ponto de vista nutricional dos alimentos. Foi ainda entregue aos utentes um desdobrável com as receitas.
“O objetivo da iniciativa será mostrar aos doentes que uma alimentação saudável pode ser atrativa, saborosa e económica”, disse a formadora. “Isto é uma forma de utilizarmos os alimentos que temos no dia a dia em casa e dar-lhes uma roupagem diferente até como snacks de lanche, que são as horas mais difíceis onde cometemos os maiores erros com o consumo de bolos e refrigerantes”, adiantou.
As sugestões de Joana Mendes podem ser colocadas numa caixinha e levadas para o trabalho ou escola.
A responsável sublinhou que o índice de obesidade é preocupante, com 50% da população a ter excesso de peso e com a diabetes a aumentar.
A formadora da EHTO considera que estas iniciativas são ótimas para despertar as pessoas para “outro tipo de alimentação”, salientando que o alimento processado tem “muito açúcar, gordura e aditivos alimentares”.
Em simultâneo, Abigail Carreira Branco e Catarina Ribeiro, de Dietética e Nutrição da unidade das Caldas do CHO, entregaram aos utentes um panfleto com recomendações para uma alimentação saudável, como cumprir as porções da Roda dos Alimentos, utilizar ervas aromáticas em vez de sal, variar o mais possível os alimentos, preferir os que são frescos, da época, tomar diariamente um pequeno almoço completo, eleger a água como principal bebida ingerindo pelo menos 1,5 litros por dia, entre outros.
Segundo Catarina Ribeiro, as pessoas “têm alguma dificuldade em comer corretamente porque muitas vezes têm alimentos saudáveis disponíveis e vão escolher outros que são menos saudáveis e até por vezes mais dispendiosos”. “Nada como seguir uma alimentação mediterrânica e comer os alimentos da época”, apontou.
Para Abigail Carreira Branco, é importante que as pessoas vejam “novos métodos de confeção com alimentos saudáveis criando assim uma variedade de pratos e alternativas”.
O CHO promoveu uma segunda ação de showcooking, no dia 17 de outubro na Unidade de Torres Vedras (na entrada principal do hospital) em parceria com a Escola Profissional de Penafirme.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar