12-03-2019 Marlene Sousa Imprimir PDF     Print    Print

Dentro de um ano 85% da população da região Oeste será servida de fibra ótica da Altice Portugal

Altice Portugal assinou um protocolo na passada quinta-feira com a Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCIM) para investir na expansão de rede de fibra ótica capaz de cobrir as necessidades de pelo menos 85% das casas e empresas da região Oeste.

[+] Fotos
Altice Portugal assinou um protocolo com a OesteCIM para expansão de rede de fibra ótica
“O investimento ronda os cerca de 10 milhões de euros e dentro de nove meses a um ano vamos ter cerca de 85% da população com serviço de fibra ótica”, afirmou o presidente executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca.
“Eu diria que a quase totalidade da população dos 12 concelhos vai ter acesso a fibra ótica da Altice Portugal”, apontou o responsável, acrescentando que “com este investimento em curso em infraestruturas de fibra ótica, a região Oeste vai passar a ter a mesma cobertura do que as áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto”.
Para o presidente executivo da Altice Portugal, a expansão da fibra ótica “é um caminho essencial para desenvolver o país, reduzir as assimetrias regionais, garantir igualdade de oportunidade a todos e garantir a democratização do acesso às tecnologias”.
“Mais que o investimento privado a 100 por cento, fazemo-lo porque acreditamos que é fundamental trazer a esta região as novas autoestradas de informação porque só assim permite às empresas sair dos grandes centros urbanos e fixarem-se noutras regiões do país”, declarou.
“Para os cidadãos, vai ser extremamente importante, porque muitos dos eventos passam pela utilização da internet e é importante que as pessoas não se sintam isoladas e se sintam incluídas”, disse o presidente da OesteCim, Pedro Folgado. “O Oeste é hoje uma região inovadora, fruto de uma nova forma de governança que, nos últimos anos, lhe tem trazido uma notoriedade claramente distinta, com um ecossistema único e diferenciador”, adiantou.

Autarcas receberam tablets

No âmbito da responsabilidade social e da educação a Altice Portugal e a OesteCim estabeleceram uma outra parceria para o desenvolvimento de um projeto-piloto de digitalização do processo educativo através da desmaterialização dos manuais escolares, dirigido às escolas da região.
Os autarcas dos doze municípios receberam tablets dotados de tecnologias que permitem aos alunos terem acesso a uma aula digital.
“Oferecemos a cada autarca um tablet que vem acompanhado com uma plataforma digital de educação da LeYa”, explicou o presidente executivo da Altice Portugal, sublinhando que “vai permitir que as escolas comecem a trabalhar naquilo que nós gostaríamos que fossem as salas de aula do futuro, em que os alunos os jovens do país possam ter acesso a conteúdos digitais para ajudar a transformar o processo educativo”.
Para Alexandre Fonseca, “levar o desenvolvimento tecnológico a todos os cantos do território nacional é um passo importante para o combate a infoexclusão e para a promoção da inclusão digital”.
“A aposta em combinar a tecnologia com atos de responsabilidade casam na perfeição, uma vez que acrescentam valor às regiões que acompanham o processo de digitalização num compasso mais lento”, referiu.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar