04-09-2019 Marlene Sousa Imprimir PDF     Print    Print

Detetada vespa asiática nas Caldas e São Martinho do Porto

Depois de ser detetada em Lisboa, a Vespa asiática chegou à região Oeste. Um Ninho foi encontrado e eliminado num alpendre do jardim de uma residência particular em São Martinho do Porto.

Um Ninho foi encontrado e eliminado num alpendre do jardim de uma residência particular em São Martinho do Porto
De acordo com uma publicação feita no facebook, o inseto foi visto também no Campo, nas Caldas da Rainha.
Esta espécie invasora, originária do sudeste asiático, entrou em Portugal pelo Norte, em 2011, e desde então tem vindo a migrar para sul.


Plano de Ação para a vigilância e controlo da vespa velutina

Segundo comunicação do município, foi verificada, ainda a presença da vespa velutina (asiática) no concelho de Torres Vedras, tendo sido identificado e localizado um ninho desta espécie. A identificação decorreu na sequência de um alerta feito por um munícipe residente na localidade de Ameal, que detetou o ninho num alpendre do seu quintal.
O gabinete de imprensa da Câmara das Caldas, através do Serviço Municipal de Proteção Civil enviou um comunicado de um Plano de Ação para a vigilância e controlo da vespa velutina em Portugal.
Segundo a nota enviada, a Vespa Asiática (Vespa velutina nigrithorax) é uma espécie não-indígena, predadora da abelha europeia (Apis mellifera).
Esta espécie distingue-se da espécie europeia Vespa crabro pela coloração do abdómen (mais escuro na vespa asiática) e das patas (cor amarela na vespa asiática).
Os principais efeitos da presença desta espécie não indígena manifestam-se em várias vertentes, sendo de realçar, na apicultura, por se tratar de uma espécie carnívora e predadora das abelhas. A presença deste inseto para a saúde pública, não sendo mais agressivas que a espécie europeia, no caso de sentirem os ninhos ameaçados “reagem de modo bastante agressivo, incluindo perseguições até algumas centenas de metros”.
Relativamente à destruição dos ninhos, devem seguir-se as orientações do plano de ação e usar equipamentos de proteção. Nunca se deve usar armas de fogo, pois só destrói parcialmente o ninho e contribui para a dispersão das vespas.
A vespa-asiática pode afetar o bem-estar e a segurança das pessoas. Caso se sintam ameaçadas podem reagir de forma agressiva para o ser humano. Por fim, como é uma espécie invasora, pode originar impactos significativos na biodiversidade.
Segundo o comunicado em caso de presença de ninho suspeito no território do Município deverá ser feito o contacto para o serviço municipal de proteção civil das Caldas da Rainha pelos seguintes contactos: 262 240 000 ou 92 666 34 90 e/ou contactar a linha SOS Ambiente (808 200 520).
A deteção ou a suspeita de existência de ninho ou de exemplares de Vespa velutina nigrithorax (Asiática) poderá também ser comunicada através do portal www.sos.vespa.pt.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar