05-06-2019 Imprimir PDF     Print    Print

Floresta Mágica recebeu sete mil visitantes

Cerca de sete mil pessoas visitaram a segunda edição da Floresta Mágica, evento dedicado aos mais pequenos que teve lugar na Mata Municipal do Bombarral, entre os dias 30 de maio e 2 de junho.

Evento dedicado aos mais pequenos no Bombarral
Dinamizado pelo Município do Bombarral, ao longo dos quatro dias, os petizes não tiveram mãos a medir, face às diversas atividades que tiveram ao seu dispor, sendo que as pinturas faciais, os carrinhos a pedais e os insufláveis acabaram novamente por ser alguns dos espaços mais procurados.
Outro dos locais mais apreciados pelas crianças foi a “Quinta da Alegria”, onde além de verem diversos animais, como coelhos, galinhas, cabras, perus e até um pavão, ainda puderam dar uma volta de charrete e andar de pónei.
Nesta visita ao mundo encantado da Rochinha e do Vi, as mascotes do evento, a pequenada teve oportunidade de participar em diversos ateliers: na “Escola de Bruxas” puderam criar a sua própria varinha mágica, no espaço da Junta do Carvalhal fizeram puzzles com imagens da freguesia, na banca do Pó construíram leques mágicos com bacelos, na da União de Freguesias do Bombarral e Vale Covo criaram comedouros para pássaros, enquanto na da Roliça foram desafiados a derrubar os solados da Batalha que ocorreu nesta freguesia em 1808.
Quem também dinamizou um dos ateliês foram os formadores e os formandos dos “Universitários 50+”, num espaço que promoveu a partilha intergeracional de experiências e conhecimentos.
O espaço da Rede de Biblioteca do Bombarral e da Mala D’Estórias de Guida Bruno, onde esteve a velhinha biblioteca itinerante, contou com a presença de várias escritoras como foi o caso de Ana Cadima, Vanda Furtado Marques e Andreia Meireles, para além dos ateliers dinamizados por Conceição Costa e Carla Silva.
Neste âmbito, é ainda de destacar a presença, no último dia do evento, por intermédio da editora Leya, do escritor José Maria Pimentel, autor do “Vitinho”, famosa personagem de animação que marcou toda uma geração de crianças que nasceram nas décadas de 80 e 90.
O evento contou ainda com o envolvimento de várias associações do concelho, como foi o caso do Clube Desportivo do Bombarral, do Centro Cultural, Recreativo e Social de A-dos-Ruivos, que dinamizou os jogos tradicionais, da Associação Cinófila do Oeste, com a demonstração de treino canino, do Clube Desportivo e Recreativo Columbeirense, com a pintura de conchas e pedras, do Grupo Columbófilo Bombarralense, do Agrupamento de Escuteiros do Bombarral e da Associação de Ação Social do Carvalhal, que assegurou o serviço de bar.
Na iniciativa participaram também outras entidades, como o Agrupamento de Escolas Fernão do Pó, com os alunos dos cursos profissionais de turismo e de cozinha/pastelaria, as Águas do Tejo Atlântico, os Bombeiros Voluntários do Bombarral, a Associação Nacional de Produtores de Pera Rocha, a Sociedade de História Natural, a Rodoviária do Oeste, o CLDS 3G “Bombarral Social”, a Guarda Nacional Republicana e o Celestino Fotógrafo.
Outro dos pontos de passagem nesta visita à Floresta Mágica foi a Padaria da Floresta, onde os petizes colocaram, literalmente, as mãos na massa e como prémio levaram consigo um pão com chouriço acabado de sair do forno.
A animação ao longo do fim-de-semana foi proporcionada a miúdos e graúdos pelos atores do grupo de teatro de rua “Artelier”, assim como os espetáculos “Timon e Pumba” e “O Duende Paulo e a Floresta” ou ainda as aulas de yoga dinamizadas pela Áshrama Bombarral – Associação do Yoga.
Dois dos momentos que também deixaram a sua marca nesta segunda edição foram a caminhada com os pirilampos, a qual foi antecedida pela leitura de uma história pelo contador de histórias Luís Daniel, bem como a aventura noturna na mata.
Esta iniciativa, que foi uma das grandes novidades deste ano, proporcionou a três dezenas de participantes a oportunidade de passarem a noite na Mata Municipal.

Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar