16-09-2020 Imprimir PDF     Print    Print

Idoso responde em tribunal por crimes de abuso sexual de crianças

O septuagenário que foi detido em novembro do ano passado por suspeita de 629 crimes de abuso sexual em que as vítimas terão sido três crianças que estavam ao cuidado da mulher num apartamento na Rua Fonte do Pinheiro, nas Caldas da Rainha, foi ouvido na semana passada no tribunal de Leiria, onde se iniciou o julgamento. Elmano Nobre apenas disse estar internado no Hospital-Prisão de Caxias por razões de saúde e manteve-se em silêncio no resto da audiência.

No primeiro dia do julgamento foram chamadas duas dezenas de testemunhas. Os crimes terão sido cometidos no apartamento onde a mulher, de 51 anos, exercia a atividade de ama.
O arguido, de 75 anos, já tinha sido condenado em 2012 a quatro anos de prisão e ao pagamento de uma indemnização de cinco mil euros pelo mesmo crime sobre uma menina de oito anos, denunciado em 2008, mas a pena foi suspensa e escapou à cadeia por não ter antecedentes criminais, regressando a casa com a proibição de estar sozinho com crianças e obrigação de acompanhamento pelos serviços de reinserção social.
Bate-chapas de profissão, reformado por invalidez após ter sofrido um acidente, deixou de trabalhar em 2006 e passou a ajudar a mulher a cuidar de crianças até aos nove anos.
A ama, Conceição Nobre, passava algum tempo fora de casa para ir às compras, a uma igreja evangélica e ao café e deixava-o a tomar conta das crianças. Foi também acusada dos crimes agora em julgamento, em co-autoria, mas está em liberdade sujeita a termo de identidade e residência.
O julgamento realiza-se à porta fechada devido à natureza dos crimes. As crianças prestaram depoimento durante a fase de inquérito, evitando-se terem de estar frente a frente com o arguido.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar