20-11-2019 Marlene Sousa Imprimir PDF     Print    Print

Brincar de Rua no Parque Dom Carlos I

O Brincar de Rua chegou às Caldas da Rainha com um primeiro encontro que decorreu no dia 10 de novembro, no Parque Dom Carlos I, com 43 crianças e suas famílias.

[+] Fotos
As guardiãs do projeto Brincar de Rua das Caldas da Rainha, Carla Jesus e Vanda Santos

Trata-se de um projeto que está a permitir que as crianças voltem a brincar em segurança nas ruas dos seus bairros, através da criação de grupos comunitários de brincar, que proporcionam espaços e tempos de brincar. 

É uma iniciativa da associação Ludotempo, que está sediada em Leiria, e promove estes encontros do “Brincar de Rua” em todo o país, angariando voluntários para cada cidade onde o projeto está implementado. 

Neste encontro nas Caldas participaram duas guardiãs do Brincar (voluntários que monitorizam e acompanham o grupo de crianças enquanto brincam).

O objetivo é criar um grupo comunitário de brincar onde todas as semanas as voluntárias se possam reunir no mesmo local, dia e hora para duas horas de brincadeira não estruturada, onde todas as atividades são bem-vindas desde que não incluam equipamentos digitais. 

Mas para que isso aconteça nas Caldas da Rainha é preciso mais voluntários recrutados e formados pelo programa Brincar de Rua. 

O JORNAL DAS CALDAS esteve no Parque D. Carlos I no dia do encontro e falou com as guardiãs do Brincar das Caldas, Carla Jesus e Vanda Santos, que se inscreveram no programa. “Nós somos das Caldas da Rainha e cada cidade têm os seus voluntários e infelizmente só existem dois aqui, o que não nos permite iniciar os encontros semanais”, explicou Carla Jesus, que é professora. 

“As crianças não vêm fazer uma atividade orientada, a ideia é brincarem umas com as outras, inventarem as suas próprias brincadeiras”, disse a guardiã. 


Próximo Encontro do Brincar em dezembro 


Com o objetivo de promover a iniciativa para angariar mais guardiões, o Brincar de Rua vai ter no dia 1 de dezembro um segundo encontro. Irá decorrer no Abraço Verde, zona desportiva das Caldas da Rainha. “Estes encontros também vão servir divulgar o projeto, uma vez que as próximas inscrições para voluntários serão em janeiro”, apontou a caldense.

Carla Jesus espera que haja mais inscrições para voluntários, de forma a poderem passar estes encontros para semanais e para que mais crianças possam aderir. “Há um contributo que é dado anualmente. Os meninos terão um colete para estarem bem identificados e há uma série de regras que os pais depois terão conhecimento para esses encontros semanais”, explicou a voluntária. 

Para estas voluntárias a segurança é muito importante para que o pai ou mãe sintam que as crianças estão protegidas. “Quando nós passarmos a encontros semanais, por exemplo se forem no parque, vai haver a chamada zona do brincar com um limite definido onde ninguém o pode passar”, apontou. “A ideia é que os pais se sintam completamente confortáveis, que saibam que as pessoas não estão aqui só porque caíram de paraquedas e acreditam no projeto, mas que têm formação”, relatou Carla Jesus.   

O intuito do projeto é brincar ao ar livre e independentemente do tempo. “Na inscrição dizemos às crianças para trazer roupa adequada, nomeadamente galochas e impermeáveis”, referiu, acrescentando que a associação e os voluntários defendem que “não há tempo inadequado para brincar”. “Se realmente as crianças vierem com umas galochas, uma camisola quente e um impermeável, mesmo que chova um bocadinho não é por ai que a brincadeira vai parar, obviamente que se chover torrencialmente temos quem cancelar e parar”, adiantou a voluntária. 

Nos encontros cada criança pode levar um ou mais brinquedos ou jogos não digitais (por exemplo, balde, pás, paus, pinhas, bonecos, carrinhos, bola, disco voador) para partilhar ou simplesmente explorar no espaço definido e depois levar novamente para casa. 

O programa Brincar de Rua é promovido pela Ludotempo – Associação de Promoção do Brincar e cofinanciado pelo POI SE, Portugal Inovação Social e UEFA Foundation for Children

Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar