12-04-2021 Imprimir PDF     Print    Print

Circuito mundial de surf só estará em Peniche em 2022

A etapa portuguesa do circuito mundial de surf de 2021, que estava originalmente marcada para fevereiro, em Peniche, tendo sido adiada devido à pandemia de Covid-19, foi excluída do calendário divulgado pela Liga Mundial de Surf (WSL).

A etapa portuguesa do circuito mundial de surf foi cancelada devido à pandemia
O MEO Rip Curl Pro em Peniche estava programado realizar-se entre 18 e 28 de fevereiro, uma data não habitual e que fazia parte de uma estratégia que pretendia oferecer mais turismo à região numa época muito menos turística do que acontecia em outubro.
Contudo, a prova em Peniche não se vai realizar em 2021, tal como a etapa sul-africana, com a WSL a informar que ambas foram "adiadas até 2022 por causa da Covid" e que "anseia pelo regresso a essas 'paragens chave' do circuito mundial em 2022".
Segundo a agência Lusa, a WSL adiantou ainda que a etapa de Santa Cruz, nos Estados Unidos (EUA), prevista para fevereiro, mas cancelada por causa da pandemia, foi substituída por uma prova no México.
Depois do arranque no Havai, ainda em dezembro de 2020, a corrida pelo título de campeão mundial prossegue na Austrália, onde já terminou o primeiro de quatro campeonatos.
A entidade que gere o circuito profissional de surf, onde compete o português Frederico Morais, lançou as datas para as provas que vão completar a época: Lemoore, Califórnia (EUA), entre 25 e 27 de junho, Barra de La Cruz (México), entre 05 e 15 de julho, Saquarema (Brasil), entre 11 e 16 de agosto, e Teahupo'o (Tahiti), entre 22 de agosto e 01 de setembro.
A final do circuito mundial está agendada para Trestles, na Califórnia (EUA), de 08 a 17 de setembro.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar