20-03-2019 Marlene Sousa Imprimir PDF     Print    Print

Deputados das Caldas e de Torres Vedras discutem novo hospital

“Temo-nos de concentrar naquilo que agora é essencial, que é pressionar o Governo para que seja introduzida no quadro financeiro que se seguirá ao Portugal 2020 a construção do novo Hospital do Oeste, um equipamento fundamental para o conjunto da região”, disse o presidente da Assembleia Municipal das Caldas da Rainha.

Comissões de Saúde da Assembleia Municipal das Caldas e de Torres Vedras reuniram pela primeira vez para discutir o estado de degradação do CHO
Lalanda Ribeiro falou com o JORNAL DAS CALDAS no passado dia 12, após a reunião da comissão do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) da Assembleia Municipal das Caldas da Rainha (AMCR) com a comissão de saúde da Assembleia Municipal de Torres Vedras (AMTV).
O encontro, que decorreu na Câmara das Caldas e que contou com a presença de nove elementos de todas as forças partidárias da AMCR, e com a presença da vereadora Maria da Conceição em representação da Câmara, e com nove elementos da AMTV, surgiu na sequência do “relatório aprovado que apresentámos respeitante ao resultado da audição de diversas personalidades e responsáveis dos serviços do CHO, que destaca a desagregação dos serviços hospitalares, quer em pessoal quer em meios técnicos, colocando em causa os cuidados de saúde a prestar à população do Oeste”, explicou Lalanda Ribeiro.
“Houve uma conjunção de pontos de vista muitos semelhantes dos elementos das duas assembleias sobre os problemas das duas unidades do CHO”, adiantou o presidente da AMCR. “Decidimos pressionar o Ministério da Saúde para que a construção de um novo hospital que sirva a população do Oeste faça parte da discussão da estratégia 2030”, afirmou Lalanda Ribeiro.
A falta de profissionais e a degradação dos equipamentos foram alguns dos problemas semelhantes entre as unidades de saúde das Caldas e de Torres.
O presidente da AMCR as considera que “este é o momento para ouvir as regiões” quanto à estratégia para a década de 2030. “É muito importante que o Governo tenha o contributo das regiões para consolidar as prioridades e as necessidades”, acrescentou.
Lalanda Ribeiro revelou que vão reunir no dia 9 de abril na Câmara de Torres Vedras, onde vão convidar elementos da Assembleia Municipal de Peniche, uma vez que a unidade hospitalar daquele local também faz parte do CHO. Vão também solicitar para o próximo encontro a presença de membros do Conselho de Administração do CHO.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar