28-07-2020 Francisco Gomes Imprimir PDF     Print    Print

Morreu o mais velho vendedor de jornais em atividade em Peniche

Faleceu no passado dia 26 o mais velho vendedor de jornais em atividade em Peniche, Mário de Sá Bandeira, com 88 anos.

[+] Fotos
Mário de Sá Bandeira tinha 88 anos
Em abril deste ano JORNAL DAS CALDAS fazia uma reportagem sobre ele, destacando que nem a pandemia o parava, pois trabalhava todos os dias para assegurar que não faltavam jornais e revistas aos clientes.
Foi construtor naval mas mudou de profissão. Na Rua dos Hermínios, perto do centro da cidade de Peniche, tinha a sua loja de venda de jornais aberta há 65 anos. A pandemia da Covid-19 não o impediu de trabalhar, ao contrário de muitos estabelecimentos, inclusive do mesmo ramo, que estiveram fechados.
“Tenho estado todos os dias a trabalhar por causa dos jornais. As pessoas compram para passarem o tempo, estarem informadas e complementarem aquilo que ouvem nas televisões”, relatou na altura.
Na loja, para além dos jornais, a clientela pretendia comprar tabaco e raspadinhas. “Se não tiverem o cigarrinho estão aflitas e compram vários maços, para não terem de voltarem todos os dias”, indicava.
Devido às restrições e aos cuidados com a saúde, na loja só entrava um cliente de cada vez. “Ficam à porta à espera mas eu não dou ordens, são eles que fazem isso automaticamente”, referia.
Mário de Sá Bandeira foi um dos primeiros sócios do Grupo Desportivo de Peniche e foi diretor durante as décadas de 60, 70 e 80.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar