03-01-2020 Imprimir PDF     Print    Print

Vereador alerta para materiais utilizados na reposição dos pavimentos

O vereador Jaime Neto, do PS, voltou a alertar a Câmara das Caldas, para a necessidade de serem revistos os materiais utilizados na reposição dos pavimentos rodoviários, nomeadamente “quanto à sua aderência e durabilidade, assim como à revisão das diferentes técnicas de aplicação de misturas betuminosas a frio basálticas, atendendo à grande quantidade de buracos nas ruas e estradas do concelho, alguns com uma profundidade apreciável, situação que se agrava com a chuva, nomeadamente na Rotunda da Fonte Luminosa, Rua Cidade de Abrantes, Avenida Paiva e Sousa e no Avenal”.

O autarca referiu-se às diferentes técnicas de aplicação de misturas betuminosas a frio basálticas, observando que “é desejável investir nas técnicas de reparação semipermanentes quando as condições climáticas forem favoráveis, em detrimento das técnicas de reparação temporárias tipo "tapar e andar" (throw and go) e "tapar e compactar" (throw and roll), dado que, em termos de custo-benefício, a reparação semipermanente é mais rentável a médio e longo prazo dado que apresenta maior durabilidade”. 

O presidente da Câmara, Tinta Ferreira, informou que “são utilizadas massas desagregadas para reparação de buracos na via pública”.

O vereador socialista Luís Patacho alertou o executivo municipal para o facto de ainda não terem sido transferidas para a Junta de Freguesia da Foz do Arelho as verbas relativas às compensações dos membros da mesa da assembleia de voto no âmbito da eleição para o Parlamento Europeu, realizada em 26 de maio de 2019.

Luís Patacho solicitou que seja encontrada uma solução que permita o respetivo pagamento aos munícipes, por considerar que esta verba não é penhorável, uma vez que não se trata de uma receita da Junta de Freguesia.

As verbas para a Junta estão congeladas devido ao processo de indemnização movido pela família Calado devido à utilização de uma pedreira concessionada no século passado a um privado.

Jaime Neto propôs a atribuição do nome da professora Isabel Sousa Silva a uma sala ou a um espaço polivalente escolar. A vice-presidente da Câmara, Maria João Domingos, referiu que irá avaliar, em conjunto com o Agrupamento de Escolas Raúl Proença, a sugestão apresentada.

A Câmara Municipal das Caldas da Rainha deliberou por unanimidade, registar um voto de pesar pelo falecimento da professora, apontando ser “pessoa exemplar na sua dedicação à causa da educação, tendo integrado a gestão da Escola Básica Integrada de Santo Onofre”.

Relativamente ao pedido de abate de 22 choupos no parque da freguesia de A-dos-Francos (junto à Caixa de Crédito Agrícola Mútuo), a Câmara deliberou que em contrapartida seja efetuada a plantação de 22 freixos de cerca de três metros de altura.

A Junta de Freguesia de Alvorninha pediu a cedência da escola primária de Ribeira dos Amiais para efeitos de arrumos e da realização de actividades inerentes ao escutismo a cargo do Agrupamento de Escuteiros do Corpo Nacional de Escutas na Paróquia de Alvorninha.

A Câmara autorizou a cedência ao Agrupamento em Formação 9118 Alvorninha pelo prazo de cinco anos, findo o qual considera-se automaticamente renovado.

Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar