31-05-2019 Francisco Gomes Imprimir PDF     Print    Print

Eleições Europeias

PS ganha no país e nas Caldas

No rescaldo das eleições europeias, destaques para a conquista surpreendente de um deputado pelo PAN – Pessoas Animais Natureza – que assim pode ser aclamado com um dos grandes vencedores.

Parlamento Europeu em Bruxelas (foto European Union 2019 / EP Alexis Haulot)
O PS voltou a dominar e aumentou o número de eurodeputados, passando de oito para nove. Em relação às eleições de 2014, em que o PSD concorreu coligado com o CDS e na altura conseguiram sete eurodeputados, agora, cada um por si, totalizam o mesmo (seis para o PSD e um para o CDS). Já o Bloco de Esquerda também é um dos vencedores, pois junta mais um deputado ao que tinha, ficando com dois. A CDU - coligação PCP e Os Verdes - saiu derrotada, perdendo um dos três deputados. Nestas eleições não concorreu o Movimento Partido da Terra, que em 2014 havia eleito dois deputados. A abstenção situou-se em 68,89%.
Pelo distrito de Leiria, PS e PSD tiveram resultados muito próximos (PS com 27,57% e PSD 27,39%), seguindo-se o BE como terceira força política (9,45%), CDS (7,0%), PAN (4,65%) e CDU (4,49%).
O domínio rosa estendeu-se por nove concelhos, enquanto a cor laranja acentuou-se em sete (norte do distrito).
Nas Caldas da Rainha, o PS arrecadou 27,76% dos votos, enquanto que o PSD 25,35%. Seguiram-se o BE (11,13%), CDS (7,64%), PAN (5,49%) e CDU (4,29%).
O PS teve mais votos do que o PSD na Foz do Arelho, Salir de Matos e nas três uniões de freguesia (Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, Santo Onofre e Serra do Bouro, e Tornada e Salir do Porto). A abstenção foi 65,87%, ligeiramente inferior à média nacional.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar