04-07-2018 Cultura, Sociedade, Lusa, Caldas da Rainha Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Companhia das Caldas da Rainha põe em cena “Teatro Impossível”

Caldas da Rainha, Leiria, 04 jul (Lusa) – O Teatro da Rainha leva à cena, de quinta-feira a sábado, o “Teatro Impossível”, uma leitura ensaio para ver na sala Estúdio da companhia sediada nas Caldas da Rainha.

O espetáculo, que se assume como “uma espécie de ensaio aberto”, tem por base, segundo o encenador, Fernando Mora Ramos, “o primado da experimentação”, já que "Teatro Impossível" congrega, num só texto, vários fragmentos e dramas imaginados por Alvaro Garcia de Zúñiga, que à partida se configuram como de difícil ou mesmo impossível montagem em cena.

“É como se o trabalho sobre a forma fosse o conteúdo deste projeto” que, ao longo de três apresentações, juntará atores, músicos e o público, numa reflexão sobre “afinal o que é o teatro e o que ele pode ser”, explicou o encenador à agência Lusa.

À leitura ensaiada do texto, juntar-se-ão, em palco, segundo Mora Ramos, “jogos de sons e de sentidos”, ou da “falta de sentidos”, numa peça em que “o espetador é também posto em causa”, ao assistir “a uma coisa que não encaixa em nenhuma previsão daquilo que se espera que seja o teatro”.

A peça, por um lado, um “ensaio, no sentido em que se ensaia o texto e se trabalha sobre ele” e, por outro, “ensaísta, do ponto de vista de fomentar o pensamento em torno deste processo criativo”, ficará em cena, de quinta-feira a sábado, na Sala Estúdio das Caldas da Rainha, que tem capacidade para cerca de 45 espetadores.

A produção da peça remonta a 1998, quando uma versão inicial de um possível "Teatro Impossível" foi apresentada no âmbito do antigo Serviço Acarte (Serviço de Animação, Criação Artística e Educação pela Arte), da Fundação Calouste Gulbenkian, como reflexão sobre o teatro, a partir da palavra.

"Teatro Impossível" surge agora numa remontagem da responsabilidade de Fernando Mora Ramos.

De origem uruguaia e nacionalidade portuguesa, Alvaro Garcia de Zúñiga, escritor - dramaturgo e poeta -, músico, compositor, encenador, nasceu em 1958, em Montevideo.

Escreveu teatro, argumentos para cinema, fez uma adaptação para ópera, assinou várias obras em prosa e poesia, realizou documentários sonoros, curtas-metragens para cinema.

"Para Alvaro García de Zúñiga, a língua (e as línguas) são a matéria-prima do seu trabalho. Uma língua musical, visual, uma língua inventada, esvaziada, destruída e reconstruída, geradora de sons/sentidos múltiplos. Uma língua sem nacionalidade específica que se diverte a cruzar-se com outras línguas e a inverter as convenções linguísticas. Uma língua elástica em que as normas não são impositivas e as diferenças são bem-vindas. Uma língua estrangeira, lógica e sonora", lê-se na apresentação do autor, que morreu em 2014, em Lisboa, onde morava há perto de 20 anos.

Em 1996, com Teresa Albuquerque, formou a associação blablaLab, no âmbito da qual apresentou projetos pluridisciplinares, em palcos europeus, de Portugal à Alemanha, Suíça e França.

"O Teatro é Puro Cinema", "Conferência de imprensa", "Manuel" e um programa de leitura e discussão de "Dom Quixote de la Mancha", de Cervantes, além de "Teatro Impossível", contam-se entre os principais trabalhos de Alvaro Zuñiga.

Sobre o "Tratado Logico-Filosófico", de Ludwig Wittgenstein, concebeu "Logicus & Filosoficus", acumulação de leituras dos diferentes enunciados da obra, que transformou em peça de teatro radiofónico, transmitida pela RDP-Antena2.

A atual montagem de "Teatro Impossível" é uma coprodução Teatro da Rainha com a blablaLab, e conta com as participações de Alínea B. Issilva, Eduardo Raon, José Luís Ferreira e Fernando Mora Ramos, este último na direção da leitura-ensaio.

O espetáculo é de entrada livre e, nos próximos dias 19 a 21, “Teatro Impossível” estará em Lisboa, no O'Culto da Ajuda, espaço da associação Miso-Music Portugal.

 

DYA // MAG

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar