23-04-2018 Desporto, Lusa, Torres Vedras Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

'Kikas', Igarashi e Duru na etapa do circuito de qualificação de surf de Santa Cruz

Santa Cruz, Lisboa, 23 abr (Lusa)- O português Frederico Morais, o japonês Kanoa Igarashi e o francês Joan Duru, do circuito mundial de surf, vão disputar o Pro Santa Cruz, do campeonato de qualificação, que começa na terça-feira, em Torres Vedras.

“Competi em Santa Cruz no ano passado, fiquei em terceiro lugar, foi um bom resultado. Apesar de ser uma prova de 3.000 pontos, temos três surfistas do circuito mundial e os ‘top’ do [circuito mundial de qualificação] WQS, por isso, tem tudo para ser uma prova renhida e eu procuro manter o meu ritmo e preparar-me para o Brasil”, disse hoje Frederico Morais, na conferência de imprensa de apresentação da etapa, na praia da Física, onde se vai realizar.

Além de ‘Kikas’, que ocupa o 14.º lugar entre a elite, após as três etapas australianas, também Igarashi, 24.º, e Duro, 31.º, e vão participar na prova, vencida em 2017 pelo uruguaio Marco Giorgi.

“Há boas ondas em Portugal para treinar e ganhar ritmo para o Brasil e as ondas em Santa Cruz são parecidas às do [circuito mundial de surf] WCT, por isso gosto de estar em Portugal”, afirmou o japonês Kanoa Igarashi, atualmente a residir em Portugal.

O Pro Santa Cruz, que se realiza na praia da Física entre terça-feira e domingo, tem 160 surfistas inscritos.

Entre os 16 portugueses em prova, está também o português Tiago Pires, que integrou o circuito mundial entre 2008 e 2014.

“Venho na qualidade de embaixador do surf português, porque é uma prova importante para quem está a dar os primeiros passos no circuito e tem a possibilidade de começar a brilhar nestas provas de qualificação”, disse Tiago Pires, recordando ter crescido “a surfar nas ondas de Santa Cruz”.

Miguel Blanco, que recebeu um ‘wild card’ para entrar na etapa, mostrou-se satisfeito por isso e referiu que “o objetivo é aproveitar o momento e dar o melhor” na prova.

Para Francisco Spínola, responsável em Portugal pela Liga Mundial de Surf (WSL), a terceira edição do campeonato em Santa Cruz beneficia do ‘vazio’ no calendário dos circuitos mundial e de qualificação.

O Pro Santa Cruz é uma das três provas calendário do circuito de qualificação que se realizam em Portugal, depois do Caparica Pro (1.000 pontos) e antes de uma terceira também nas ondas lusas (10.000), provavelmente em setembro.

 

FYC // JP

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar