23-04-2018 Lusa Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Autorizados dois milhões de euros para limpar rios em Mafra e Torres Vedras

Redação, 23 abr (Lusa)- O Governo autorizou o Fundo Ambiental a repartir por vários anos verbas que totalizam cerca de dois milhões de euros para limpeza de linhas de água em Mafra e Torres Vedras, segundo portarias publicadas hoje em Diário da República.

Numa das portarias - assinadas pelos ministérios das Finanças e do Ambiente - foram autorizados um 1,975 milhões de euros para a limpeza de linhas de água no concelho de Mafra (distrito de Lisboa), repartid0s por 2017 (323 mil euros), 2018 (1,1 milhões de euros) e 2019 (526 mil euros).

Para Torres Vedras, no mesmo distrito, foi autorizada uma despesa de cerca de 25 mil euros em 2018, depois de 90% da intervenção (cerca de 225 mil euros) terem sido pagos em 2015.

Em Mafra, o projeto consiste na limpeza das margens e desobstrução do rio Pequeno, rio Lizandro, ribeiro da Vidigueira, ribeira do Casal Novo, ribeira de Muchalforro, ribeira de Cheleiros, ribeira do Falcão, rio Cuco, rio Trancão, rio Safarujo, rio do Sobral e ribeira de Pedrulhos.

A intervenção “é necessária de forma a desobstruir e permitir o normal escoamento de águas e detritos rochosos, o que, de outra forma, pode agravar as condições para a ocorrência de cheias”, sublinha a portaria.

Em Torres Vedras, a verba destina-se à regularização da ribeira das Voltas, na cidade.

“O projeto consiste na minimização dos efeitos das inundações em vários locais do concelho de Torres Vedras, nomeadamente na regularização da vala dos Amiais, na requalificação do Choupal e na intervenção a realizar na ribeira das Voltas, por forma a normalizar a linha de água para comportar o caudal de cheia centenário”, detalha a portaria.

Ainda segundo o Governo, na origem das inundações, naquela zona, “verificou-se a insuficiente capacidade de vazão da vala dos Amiais, que se encontra coberta numa extensão de cerca de 400 metros”.

“A situação é ainda agravada pelo facto de existir um pequeno afluente, denominado por ribeira das Voltas, cuja confluência ocorre no troço coberto”, acrescenta.

Ambas são afluentes do rio Sizandro, que atravessa a cidade e o concelho, registando-se inundações por “insuficiente capacidade de vazão”.

 

FYC // ROC

 

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar