07-07-2018 Lusa Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Almanaque Lusa - 07 de julho

Lisboa, 07 jul (Lusa) — Hoje é sábado, 07 de julho, centésimo octogésimo oitavo dia do ano, Dia das 7 Maravilhas, Dia Mundial do Chocolate e Dia Internacional das Cooperativas. Faltam 177 dias para o final de 2018.

Este dia é dedicado ao Beato Padre Diogo de Carvalho, missionário, e a São Guilhebaldo, bispo.

Nos céus, a Lua encaminha-se para a Fase Nova. Lua Nova, dia 13, às 03:48.

O Sol nasce às 06:18 e o ocaso regista-se às 21:04.

No porto de Lisboa, a baixa-mar verifica-se às 04:03 e 16:34, a preia-mar, às 10:39 e 23:05.

Caranguejo é o signo dos nascidos nesta data, destacando-se o compositor austríaco Gustav Mahler (1860), o escritor alemão Lion Feuchtwanger (1884), o pintor de origem russa Marc Chagall (1887), o cineasta norte-americano George Cukor (1899), o cineasta italiano Vittorio De Sica (1901), o compositor italiano Gian Carlo Menotti (1911), o costureiro francês Pierre Cardin (1922), o antigo Beatle Richard Starkey ou Ringo Starr (1940), a atriz Shelley Duvall (1949).

Nesta data, morriam o poeta português Manuel Negrão, um dos fundadores da Arcádia Lusitana e, em 1923, o escritor Guerra Junqueiro. Em 1935 Cuba "era um dos primeiros" Estados da América Latina a estabelecer relações diplomáticas com o Vaticano

Em 1937, começava a guerra sino-japonesa. Em 1974, era criado o COPCON, Comando Operacional do Continente, sob a liderança de Otelo Saraiva de Carvalho.

Em 1984, ao receber as credenciais do novo Embaixador da Indonésia na Santa Sé, João Paulo II afirmava que o Vaticano continuaria a seguir, com preocupação, a situação em Timor-Leste. Em 1986, o Partido Democrático Liberal japonês, no poder desde 1955, reafirmava a posição, conquistando 300 dos 512 lugares no Parlamento. Em Hong Kong, era posto à venda o primeiro número da edição chinesa da revista Playboy.

Em 1987, começava, em Chernobyl, na ex-URSS, o julgamento de três funcionários superiores, pela explosão do reator da central nuclear, em 26 de abril de 1986. Em 1988, o Governo de Cavaco Silva dava início ao processo de reprivatizações, autorizando a venda, até 49 por cento do capital, do Banco Totta e Açores e da Unicer.

Em 1995, morria o jornalista Neves de Sousa, 64 anos. Em 1996, a escritora portuguesa Teolinda Gersão recebia o Grande Prémio da Romance e Novela de 1995 da Associação Portuguesa de Escritores, pela obra “A Casa da Cabeça do Cavalo”. Em 1998, Sílvio Berlusconi, atual primeiro-ministro italiano, era condenado a dois anos e nove meses de prisão, por tentativa de suborno ao fisco.

Em 2000, o ministro português das Finanças e Economia, Joaquim Pina Moura, vetava a OPA da Semapa/Holderbank sobre a Cimpor. Em 2001, o PSD Madeira acrescentava à sigla a designação Partido da Autonomia, por decisão do Conselho Regional. Em 2002, morria o bailarino, jornalista e escritor de romances policiais Pietro Valpreda, 69 anos, figura histórica do anarquismo italiano.

Em 2003, a Associação Nacional dos Críticos Literários distinguia "No Interior da tua Ausência", de Baptista Bastos, e a "Obra Poética

1960-2000", de João Rui de Sousa, com o Prémio da Crítica. No mesmo dia, a decisão de Washington de julgar, em comissões militares, os suspeitos de terrorismo detidos na base norte-americana de Guantánamo, em Cuba, era declarada uma violação do Direito Internacional pelas Nações Unidas.

Em 2004, o Tribunal de Contas confirmava a subida da dívida pública portuguesa acima dos 60% do PIB.

Em 2005, atentados no sistema de transportes de Londres. Quatro explosões, ao início da manhã, causavam 56 mortos e mais de 700 feridos. Em Portugal, o Instituto da Água confirmava a situação de seca severa e extrema em 97 por cento do território português continental. No mesmo dia, morria Patrick Gray, 88 anos, antigo número um do FBI, sucessor de Edgar J. Hoover na liderança dos serviços secretos internos dos EUA, em 1972.

Em 2006, o Prémio Nacional de Fotografia era atribuído a Paulo Nozolino. A Espanha confirmava a existência do primeiro caso do vírus H5N1. E morria Syd Barrett, 60 anos, músico e compositor inglês, fundador dos Pink Floyd.

Em 2007, a escritora Maria Gabriela Llansol recebia o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa de Escritores, pelo romance "Amigo e Amiga". Arrancava em Sidney, Austrália, o "Live Earth" para 24 horas de música à roda do mundo em protesto contra as alterações climáticas. Tinha lugar no Estádio da Luz, em Lisboa, a cerimónia das novas Sete Maravilhas. A Torre de Belém, os mosteiros dos Jerónimos, de Alcobaça e da Batalha, o Palácio da Pena e os castelos de Guimarães e Óbidos eram eleitos como as Sete Maravilhas de Portugal. As novas Sete Maravilhas do Mundo eram a Grande Muralha da China, o Taj Mahal (Índia), o Cristo Redentor (Brasil), Petra (Jordânia), a cidade inca Machu Picchu (Peru), o coliseu de Roma (Itália) e a pirâmide de Chichén Itzá (México). A iniciativa era criticada pela UNESCO por não contribuir para a preservação dos locais eleitos. Morria a jornalista Luísa Rangel, que trabalhou na RDP durante quase vinte anos, em Lisboa aos 70 anos, vítima de cancro.

Em 2008, o Sínodo da Igreja Anglicana aprovava a ordenação de mulheres bispos, depois de um vivo debate entre conservadores e liberais. O Vaticano reagiu com tristeza a esta decisão sublinhando que constituirá "um novo obstáculo para a reconciliação" entre as duas Igrejas.

Em 2011, o presidente da News Corporation, James Murdoch, filho do magnata Rupert Murdoch, anunciava o encerramento do tabloide britânico News of the World, envolvido num escândalo de escutas ilegais. O jornal saía para as bancas pela última vez a 10 de julho.

Em 2012, o democrata norte-americano Barney Frank, de 72 anos, casava-se com o seu companheiro de longa data, tornando-se no primeiro membro do Congresso dos EUA a contrair casamento homossexual.

Em 2013, Manuel Clemente tomava posse como o 17.º Patriarca de Lisboa, o terceiro de nome Manuel, a 07 de julho de 2013, sucedendo a José Policarpo, resignatário desde 2011, quando completou 75 anos. O tenista Andy Murray tornava-se no primeiro britânico a vencer o torneio de Wimbledon desde Fred Perry, em 1936, depois de bater o número um mundial, o sérvio Novak Djokovic em três “sets”.

Em 2014, morria, com 86 anos, Eduard Shevardnadze, antigo presidente da Geórgia que ajudou a pôr fim à Guerra Fria enquanto último ministro dos Negócios Estrangeiros da ex-URSS. Alfredo di Stéfano, antigo futebolista e presidente honorário do Real Madrid, morria aos 88 anos.

Em 2015, morria, com 90 anos, Maria Barroso, mulher do antigo Presidente da República Mário Soares, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internada, em estado grave, desde 26 de junho, devido a uma queda que lhe provocou um derrame intracraniano.

 

Lusa/Fim.

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar