23-04-2018 Lusa Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Almanaque Lusa - 23 de abril

Lisboa, 23 abr (Lusa) - Hoje é segunda-feira, 23 de abril, centésimo décimo terceiro dia do ano, Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, Dia Mundial do Escutismo, Dia Nacional da Educação de Surdos e Dia das Jovens Mulheres nas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). Faltam 252 dias para o final de 2018.

Este dia é dedicado a São Jorge, mártir, e a Santo Adalberto, bispo, mártir.

Nos céus, a Lua encaminha-se para a Fase Plena. Lua Cheia, dia 30, às 01:58.

O Sol nasce às 06:49 e o ocaso regista-se às 20:21.

No porto de Lisboa, a preia-mar verifica-se às 10:21 e 22:53, a baixa-mar às 03:38 e 16:10.

Os nascidos nesta data pertencem ao signo de Touro, destacando-se William Shakespeare (1564), Sacadura Cabral, pioneiro da aviação (1881), o compositor russo Sergei Prokofiev (1891), a atriz cinematográfica e diplomata norte-americana Shirley Temple (1928) e a atriz Valerie Bertinelli (1960).

Nesta data, em 1621, na Alemanha, era dissolvida a União Protestante. Em 1850, morria o poeta William Wordsworth, precursor do romantismo inglês. Em 1909, um tremor de terra atingia Benavente causando a morte de 30 pessoas.

Em 1936, a ditadura do Estado Novo criava, por decreto, o campo de concentração do Tarrafal, em Cabo Verde. Os primeiros presos políticos chegariam em 29 de outubro. Em 1967, era lançada a nave espacial soviética Soyuz-1, com o astronauta Vladimir Komarov, que morreria no dia seguinte, durante a aterragem. Em 1975, o governo sul-vietnamita demitia-se.

Em 1984, morria o cineasta Otto Preminger, 80 anos. Na mesma data o Governo sul-africano abolia a lei do passe, que controlava os locais de trabalho e de residência de 18 milhões de cidadãos negros. Em 1987, o Parlamento português aprovava o estatuto social do bombeiro.

Em 1990, Mário Soares, vetava a lei da alta autoridade para a comunicação social. Em 1992, o escritor José Cardoso Pires era distinguido com o Astrolábio de Ouro Prémio Internazionale, atribuído pelo município de Pisa, Itália, pelo conjunto da sua obra. Em 1993, a jornalista Diana Andringa ganhava o prémio Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, com a reportagem televisiva "O Cônsul Injustiçado", o diplomata Aristides de Sousa Mendes.

Em 1994, morria Richard Nixon, presidente dos EUA entre 1969 e 1974. Em 1995, o socialista Lionel Jospin vencia a primeira volta das eleições presidenciais francesas. Em 1998, a Resistência timorense realizava o congresso de Peniche. Em 1999, durante o conflito dos Balcãs, a Comissão Europeia aprovava o embargo petrolífero à Jugoslávia e a NATO intensificava os bombardeamentos.

Em 2000, rebeldes islamitas do grupo de Abu Sayaf sequestravam 21 pessoas na ilha filipina de Jolo. Em 2001, um comando pró-tchetcheno assaltava um hotel em Istambul, Turquia. Em 2003, reunia-se, pela primeira vez, o Conselho Técnico-Científico da Casa Pia de Lisboa, presidido por Roberto Carneiro, com o objetivo de definir modelos de desenvolvimento da instituição.

Em 2004, o presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional e da Câmara de Gondomar, Valentim Loureiro, era indiciado de 23 crimes, no âmbito do processo Apito Dourado.

Em 2005, Paulo Portas abandonava a liderança do CDS-PP, na abertura do congresso. No mesmo dia, morria John Mills, 93 anos, ator britânico, Óscar pelo desempenho em "A Filha de Ryan".

Em 2006, o atleta do Belenenses Bruno Pais conquistava a medalha de prata na etapa portuguesa da Taça da Europa de triatlo, no Estoril. E a atleta Vanessa Fernandes ficava com o ouro do setor feminino.

Em 2007, o escritor espanhol António Gamoneda recebe o Prémio Cervantes 2007, principal galardão literário espanhol. O poeta e jornalista inglês James Fenton é distinguido com a Medalha de Ouro da Rainha para Poesia 2007. Morria Boris Ieltsin, primeiro presidente da Rússia pós-soviética em 1991, o primeiro eleito democraticamente, depois da dissolução da URSS. Morria David e Halberstam, 73 anos, jornalista e escritor norte-americano, antigo correspondente de guerra do New York Times, autor de "The Best and The Brightest", sobre a guerra do Vietname, Prémio Pulitzer.

Em 2008, o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, era punido com 15 dias de suspensão e uma multa de 750 euros, na sequência de declarações na inauguração da casa do Benfica de Alcochete. O antigo secretário de Estado da Reforma Administrativa e da Administração Escolar, Carlos Robalo morria em Tomar, com 76 anos, vítima de doença prolongada.

Em 2012, morria, aos 93 anos, LeRoy Walker, primeiro treinador negro da seleção olímpica norte-americana de atletismo e primeiro presidente negro do Comité Olímpico norte-americano.

Em 2013, o Parlamento francês aprovava o casamento civil e a adoção por casais homossexuais, o que torna a França no 14.º país do mundo a reconhecer o casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Em 2014, Alvaro García de Zúñiga, escritor, músico e encenador uruguaio que vivia em Portugal desde os anos 1990, morria aos 56 anos. Morria João Lopes Porto, fundador do CDS, ministro da Habitação e Obras Públicas do governo da Aliança Democrática e antigo diretor-geral da Metro do Porto. Tinha 70 anos.

Em 2015, o Conselho de Ministros aprovava a nova lei do álcool, proibindo o consumo de bebidas alcoólicas a todos os menores de 18 anos, independentemente do tipo de bebida. Morria José Girão Pereira, antigo eurodeputado do CDS e primeiro presidente da Câmara de Aveiro eleito após o 25 de Abril, aos 77 anos.

 

Lusa/Fim.

 

 

 

 

 

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar