25-06-2018 Economia, Política, Lusa Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Câmara de Estarreja promove petição contra fecho da CGD em Avanca

Aveiro, 25 jun (Lusa) – A Câmara de Estarreja está a promover uma petição on-line contra o encerramento do balcão da Caixa Geral de Depósitos em Avanca, que conta já com 85 assinaturas, divulgou hoje a autarquia.

A petição, dirigida ao Presidente da República, presidente da Assembleia da República, primeiro-ministro e presidente da comissão executiva da Caixa Geral de Depósitos, é subscrita pelo presidente da câmara, Diamantino Sabina (PSD), que “quer unir a população em torno desta causa”, reafirmando “a frontal e firme oposição” ao desaparecimento desses serviços na maior vila do concelho.

“A iniciativa vem complementar o abaixo-assinado lançado pela Junta de Freguesia de Avanca, neste caso tirando partido dos meios digitais para chegar ao maior número possível de apoiantes”, refere uma nota municipal.

“A ameaça do encerramento da dependência de Avanca da Caixa Geral de Depósitos é uma medida sobre qual não podemos deixar de expressar a nossa frontal e firme oposição! Viola as políticas de proximidade desta instituição que é constituída por dinheiros públicos! Avanca não pode ser prejudicada e afetada por uma decisão cuja fundamentação não encontra qualquer razoabilidade e bom senso”, refere o texto da petição.

Numa primeira posição pública sobre o assunto, Diamantino Sabina havia pedido publicamente explicações a Paulo Macedo e manifestado o seu “espanto e consternação” pela medida anunciada, chegando a ameaçar retirar as contas do Município para outros bancos.

No entanto, essa posição foi criticada pela comissão política de Estarreja do PCP que, repudiando igualmente o encerramento da CGD em Avanca, considerou que “o papel da Câmara não deve ser o de amuar e promover "revoltas de Pirro".

Para o PCP, “a ameaça de retirar todas as contas da CGD pode parecer uma inflamada declaração de rebeldia, mas é exatamente o contrário, pois ao fazê-lo, a Câmara estaria apenas a contribuir para afundar ainda mais o banco público”.

Segundo informações recolhidas pela Lusa nas últimas semanas, entre as agências da CGD que irão fechar estão, entre outras, Darque (Viana do Castelo), Grijó e Arcozelo (Gaia), Pedras Salgadas (Vila Pouca de Aguiar), Prior Velho (Loures), Alhandra (Vila Franca de Xira), Abraveses e Rua Formosa (Viseu), Louriçal (Pombal), Avanca (Estarreja), Desterro (Lamego), Carregado (Alenquer), Colos (Odemira), Alves Roçadas (Vila Real), Nogueira do Cravo (Oliveira de Azeméis), Perafita (Matosinhos) e Coimbra.

 

 

 

MSO // LIL

Lusa / Fim

 

 

 

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar