08-01-2019 Lusa, Peniche Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Peniche quer investir 2,4ME no reforço das redes de água e saneamento

Peniche, Leiria, 08 jan (Lusa) - Os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Peniche pretendem investir este ano 2,4 milhões de euros no reforço da rede de água em Ferrel e no saneamento junto ao Santuário dos Remédios, disse hoje o presidente da entidade.

“Duas das três prioridades dos SMAS para 2019 são a construção dos reservatórios de água de Ferrel (1,4 milhões de euros) e a resolução dos problemas de saneamento nos Remédios, que são mais um milhão de euros”, afirmou à agência Lusa Henrique Bertino, presidente da câmara e do conselho de administração dos SMAS de Peniche, no distrito de Leiria.

As rubricas estão abertas no Plano Plurianual de Investimentos, a que a agência Lusa teve acesso, mas existem verbas cabimentadas apenas a partir de 2020.

Questionado pela Lusa, o autarca garantiu que os SMAS já têm uma “almofada financeira” para parte do investimento e aguarda pelo fecho das contas de 2018 dos SMAS para poder equacionar o lançamento dos dois concursos públicos ainda este ano.

Os SMAS também aumentaram em 2,9% a fatura da água para este ano, também para fazer face aos investimentos.

“O que se pretende com o aumento do tarifário da água para 2019 é continuar a garantir essa almofada”, explicou.

Henrique Bertino justificou que a construção de novos reservatórios na freguesia de Ferrel, de que faz parte a praia do Baleal, é uma prioridade, por existir “falta de pressão e, por isso, de capacidade de abastecimento de água” a essa zona do concelho, em resultado da pressão urbanística e da dinâmica económica ligada à indústria do 'surf'.

O reforço da rede de água a Ferrel vai permitir também abastecer definitivamente todo o Parque de Campismo do Baleal, que ainda é servido por captações próprias, onde em 2016 foi detetada a bactéria ‘legionella’.

Os SMAS querem também investir um milhão de euros na conclusão do saneamento na zona do Santuário dos Remédios, na cidade de Peniche, onde está localizada a Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar do Instituto Politécnico de Leiria.

“Temos 1.700 pessoas que não têm assegurado o saneamento e a ligação à Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) das águas residuais, que hoje vão para o mar”, justificou o autarca.

Outra das prioridades para 2019 é o início das obras de requalificação da ETAR de Peniche, orçadas em seis milhões de euros, para as quais os SMAS voltaram a lançar concurso, depois de alterações ao projeto.

 

FYC // MLS

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar