23-04-2018 Sociedade, Lusa, Leiria Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Tribunal de Leiria condena a oito anos homem que tentou matar ex-namorada na Nazaré

Leiria, 23 abr (Lusa) - O Tribunal de Leiria condenou hoje a oito anos e seis meses de prisão o homem que tentou matar a ex-namorada na Nazaré, dando como provado quase todos os factos que contavam na acusação.

Segundo o juiz presidente, o arguido foi condenado a oito anos pelo crime de homicídio qualificado na forma tentada e a um ano e seis meses pelo crime de ameaça agravada.

"Em cúmulo jurídico, fica condenado a oito anos e seis meses", anunciou o magistrado, decidindo ainda que terá de efetuar o pagamento de 251 euros de despesas ao Centro Hospitalar de Leiria e 20.150 euros de indemnização à vítima.

"É muito grave o que o senhor fez. As pessoas têm de ser suficientemente adultas para aceitar que alguém já não gosta delas. O senhor pensou três dias antes no que ia fazer e não deveria reagir dessa forma a um assunto tão banal", adiantou o juiz presidente.

Recordando que o arguido se encontrava em liberdade condicional quando cometeu o crime, o magistrado alertou que deveria ter aproveitado para "repensar a vida".

"O senhor não pensou em nada disso: na primeira oportunidade que teve, voltou a cometer um crime. Se o senhor sente que não é capaz de viver em sociedade, peça ajuda médica, porque corre o risco de voltar a cair numa situação destas", aconselhou o juiz presidente.

O arguido exaltou-se, tal como já tinha sucedido na sessão anterior, e pediu para ser retirado da sala de audiências.

O Tribunal de Leiria provou que o homem de 41 anos, acusado de homicídio qualificado na forma tentada e de ameaças agravadas contra a ex-namorada, que esfaqueou por "seis vezes" em julho de 2017, agiu de forma "fútil".

Depois de a ex-namorada ter posto fim à relação, o homem proferiu várias ameaças por SMS, via Facebook e através do pai da mulher, o que levou a vítima a apresentar queixa na GNR.

No dia 25 de julho de 2017, o homem foi ao centro de formação e, depois de perceber que a ex-namorada não queria falar consigo, esfaqueou-a.

De acordo com testemunhas, o arguido só abandonou a vítima depois da chegada da polícia.

Então, a Polícia Judiciária de Leiria referiu em comunicado que a "vítima foi atingida com golpes de faca em regiões vitais, resistindo aos ferimentos por ter sido prontamente socorrida".

"O detido, com 41 anos, desempregado, a frequentar um curso de formação profissional, tem antecedentes criminais por crimes de idêntica natureza, encontrando-se em liberdade condicional", referia então a PJ.

 

EYC // SSS

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar