05-07-2018 Cultura, Sociedade, Lusa Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

BREVES: País - 2.ª edição

Redação, 05 jul (Lusa) – Notícias breves do país (2.ª edição):

 

LISBOA: Casa Qui muda de sede

 

A Casa Qui – Associação de Solidariedade Social, especializada em questões da orientação sexual e identidade ou expressão de género, vai passar a integrar a Casa da Cidadania do Lumiar, em Lisboa, que vai ser inaugurada no sábado, às 11:30.

Segundo uma nota de imprensa da instituição, “o novo espaço da Casa Qui é constituído por um gabinete de atendimento, um gabinete clínico e uma área técnica para os recursos humanos que desenvolvem os serviços e projetos da associação na área da promoção da igualdade de género e dos direitos e proteção da população lésbica, gay, bissexual, trans ou intersexo (LGBTI)”.

O Gabinete de Apoio à Vítima para a população LGBTI vai passar a funcionar na nova sede e “será lançada a nova Clínica Social da Casa Qui, clínica especializada na área da orientação sexual e identidade/expressão de género, que, além de consultas de psicologia a preços sociais, serviço oferecido desde 2016, passará também a oferecer consultas de pedopsiquiatria e de sexologia”.

A cerimónia de inauguração vai contar com a presença do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, e do presidente da Junta de Freguesia do Lumiar, Pedro Delgado Alves.

 

LOURINHÃ: Obras de saneamento lançadas a concurso de quase um milhão de euros

 

A empresa Águas do Tejo Atlântico lançou um concurso de quase um milhão de euros para obras de saneamento no concelho da Lourinhã, distrito de Lisboa, segundo o anúncio do procedimento, a que a agência Lusa teve hoje acesso.

Com duração de nove meses, depois de adjudicada, a empreitada engloba a construção dos sistemas elevatórios de saneamento do Moledo, Feteira, Reguengo Pequeno e Pena Seca, na freguesia de são Bartolomeu e Moledo.

A Câmara Municipal da Lourinhã adiantou que vão contribuir para a “resolução global do saneamento no concelho”, ao dar destino adequado e definitivo aos efluentes domésticos de setecentos habitantes.

Segundo o município, as obras vão permitir desativar pequenas estações de tratamento, passando essas águas residuais domésticas a serem bombeadas para as estações da Zambujeira e Paço.

 

SANTARÉM: InSomnio teatro de rua na programação de verão

 

O Teatro Mar – Grupo de Teatro de Rua de Sines apresenta na sexta-feira à noite, no jardim Portas do Sol, em Santarém, o espetáculo “InSomnio”, iniciativa inserida na programação “Verão I.Str… É um Espanto!”.

O espetáculo aborda o sono e o sonho, através de uma linguagem poética e sensitiva, ancorada em estudos da neurociência e da filosofia, cruzando “o que a ciência consegue revelar, com um lugar metafísico, suprassensível, que nos aproxime da natureza primordial do ser”, refere uma nota da Câmara de Santarém.

A programação prossegue no sábado de manhã com animação nas ruas do centro histórico, pelo Rancho Folclórico do Bairro de Santarém, Graínho e Fontainhas, no âmbito da iniciativa In.Tradição, realizada em parceria com o Inatel, e aula de ioga e animação desportiva no jardim Portas do Sol, estando marcado para a noite um concerto com o Trio Sophia, na Sociedade Recreativa Operária, e a apresentação do disco “O Mundo Lá Fora”, por Lázaro Menino, na Praça Velha.

 

CARTAXO: Município aprova adesão ao projeto “Campo Seguro”

 

A Câmara Municipal do Cartaxo (Santarém) aprovou esta semana a implementação do projeto “Campo Seguro” no concelho, que permite vedar o acesso a estradas e caminhos de campo à noite para diminuir os furtos nas zonas rurais.

Em comunicado, a concelhia do PSD saúda a aprovação, apesar de "tardia", de uma proposta feita pelo partido há três anos na Assembleia Municipal, reiterando o apelo ao envolvimento dos concelhos vizinhos de Santarém e da Azambuja e à articulação com os agricultores.

 

SANTARÉM: Freguesias rurais vão receber 1M euros para competências delegadas

 

A Câmara de Santarém vai transferir 963 mil euros para as freguesias rurais do concelho, no âmbito dos acordos de execução e dos contratos interadministrativos de delegação de competências assinados esta semana.

“As Juntas de Freguesia possuem uma capacidade de intervenção mais direta e próxima dos cidadãos, que lhes permite rentabilizar os meios e desempenhar com maior celeridade e eficácia as competências” transferidas pelo executivo municipal, refere uma nota da Câmara de Santarém.

Entre as funções assumidas pelas freguesias contam-se a gestão e manutenção de espaços verdes, a limpeza das vias e espaços públicos, a realização de pequenas reparações nos estabelecimentos de educação pré-escolar e do 1.º ciclo, bem como a conservação das vias municipais, estradas, caminhos, arruamentos, ruas, passeios, bermas e valetas, a contratação do pessoal auxiliar para as escolas e os transportes escolares, entre outras.

 

SANTARÉM: PS saúda Plano de Ação Tejo Limpo

 

A federação distrital de Santarém do PS saudou hoje a aprovação, em Conselho de Ministros, do Plano de Ação Tejo Limpo, que “estrutura as operações de fiscalização e de gestão de informação na bacia hidrográfica do rio Tejo”.

Em comunicado, a distrital socialista afirma que as ações hoje aprovadas, destinadas a prevenir ações de poluição, correspondem à terceira fase da Operação Tejo, dando “resposta não só à situação de emergência em que o rio se encontrava, mas também às reivindicações da população” e da Federação de Santarém do PS, que “há muito vem trabalhando no sentido de propor soluções que devolvam o rio à natureza e que previnam a poluição”.

O plano “contempla a contratação de cinco novos vigilantes da natureza, a utilização de uma plataforma de monitorização digital, e a aquisição dos meios necessários ao desenvolvimento das operações no terreno, sejam barcos, viaturas, ou outros equipamentos”, prevendo um investimento, ao longo de quatro anos, de cerca de 2,5 milhões de euros, financiados pelo Fundo Ambiental, acrescenta a nota.

 

LISBOA: MP requere julgamento de funcionário da junta de Belém

 

O Ministério Público (MP) requereu o julgamento de um funcionário da Junta de Freguesia de Belém pela prática de três crimes de concussão, segundo informação disponibilizada hoje no ‘site’ da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

O arguido “decidiu abordar vendedores ambulantes titulares de bancas na zona de Belém, em Lisboa, com o propósito de obter quantias monetárias”, em data anterior a janeiro de 2016, dá conta a PGDL.

“Para tal, servia-se das funções exercidas na referida junta de freguesia, levando-os a crer que se não lhe entregassem as quantias por si pedidas, seriam sujeitos a fiscalizações, perderiam as licenças ou teriam dificuldades em ver aceites os seus pedidos, sujeitando-se a lugares piores. Com a sua atuação o arguido apropriou-se de quantias que ascenderam ao valor de 21.750 euros”, refere a nota.

A informação disponibilizada pela PGDL indica ainda que o arguido se encontra sujeito a termo de identidade e residência e que "o MP requereu a aplicação da pena acessória ao arguido de proibição do exercício de funções", assim como "a perda das vantagens ilícitas provenientes da prática dos crimes imputados".

 

MLL/FYC/TYS // ROC

 

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar