03-09-2018 Economia, Sociedade, Política, Lusa, Marinha Grande Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Marinha Grande investe 1,5 milhões na ampliação da zona industrial

Marinha Grande, Leiria, 03 set (Lusa) - O Município da Marinha Grande vai investir cerca de 1,5 milhões de euros na ampliação da Zona Industrial da Marinha Grande (ZIMG) e na rede viária da saída norte, informou hoje a autarquia.

Numa nota de imprensa, a Câmara liderada por Cidália Ferreira anunciou que abriu os concursos públicos para as fases 1 e 2 da ampliação, o que irá representar um investimento global de cerca de 1,5 milhões de euros.

Com um prazo de execução de 180 dias para cada fase, a primeira intervenção da ampliação da ZIMG visa garantir uma segunda entrada e saída na zona, através da ligação da Rua da Alemanha à rotunda sul da Estrada do Guilherme, "por forma a aumentar as condições de segurança e de acesso às instalações das diferentes indústrias e facilitando os acessos para tráfego que vêm de Sul, quer seja pela A8 ou pela Estrada da Maceira ou pela EN 242, na Nazaré".

Este projeto prevê a execução de arruamentos, construção dos passeios, ciclovia, rede de drenagem pluvial, rede de abastecimento de água, rede de saneamento doméstico, rede de distribuição de gás, telecomunicações, rede de instalações elétricas e iluminação pública, garantindo todas as infraestruturas para o loteamento.

A fase 2 pretende garantir a "ligação entre a Rua da Alemanha e a Rua da Finlândia, reformulando a Rua da Grécia com outro traçado, de modo a dar continuidade a este arruamento até à Rua da Alemanha e consecutivamente até à saída Sul da Zona Industrial, uma vez que a obra da fase 1 de ampliação da ZIMG vai avançar em simultâneo".

"Este novo traçado da Rua da Grécia vai permitir dar acesso aos novos lotes previstos na ampliação da ZIMG. Este projeto prevê a reformulação da Rua da Grécia entre a Rua da Alemanha e a Rua da Finlândia, incluindo a construção dos passeios, da ciclovia, da rede de drenagem pluvial, rede de abastecimento de água, rede de saneamento doméstico, rede de distribuição de gás, telecomunicações, rede de instalações elétricas e iluminação pública, garantindo todas as infraestruturas para o loteamento", salienta a nota de imprensa.

De acordo com informação do Município, a ZIMG abrange uma área de 66,3 hectares, dos quais 57,55 hectares (ha) consolidam os 59 lotes existentes, sendo que 57 se destinam à implantação de indústria.

Com a aquisição de 13,69 ha de terreno é intenção do município proceder, a curto/médio prazo, à construção de novos lotes industriais. Atualmente e dado que o Plano Diretor Municipal em vigor, não permite, de forma célere, ampliar e alterar o plano de pormenor, na totalidade do terreno, uma vez que parte da área se encontra em espaço fora do perímetro urbano, não é possível ao município proceder à construção a curto prazo destes lotes industriais.

"Considerando que parte da área que foi negociada (3.857 ha) se insere em perímetro urbano, é possível consolidar, através de um loteamento urbano, oito lotes industriais".

 

EYC // SSS

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar