19-04-2018 Desporto, Lusa, Caldas da Rainha Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Futebol: Taça de Portugal / Caldas – Desportivo das Aves (Declarações)

Caldas da Rainha, Leiria, 19 abr (Lusa) - Declarações de José Vala, treinador do Caldas, e de José Mota, treinador do Desportivo das Aves, no final do jogo da segunda mão da meia-final da Taça de Portugal de futebol, disputado nas Caldas da Rainha:

 

José Vala (t6reinador do Caldas): "É lógico que há frustração, mas a palavra que define o que eu sinto neste momento é orgulho, orgulho enorme, principalmente por aqueles jogadores que tenho ali a chorar no balneário. São grandes e, como são grandes, ambicionavam mais. Se calhar, no princípio não acreditávamos nisto, mas foi crescendo este sentimento e hoje provámos que poderíamos estar no Jamor.

Esta meia-final fica na vida do Caldas e vai ser um marco para todos nós, mas, acima de tudo, o meu desejo era que fosse um marco para o clube e para a cidade. E que isto fosse um ponto de partida para fazer um Caldas maior, que pudesse chegar ao nível do Aves, por exemplo.

O clube tem condições para isso e a cidade mostrou que temos adeptos para isto, conseguimos encher estádios, levar as pessoas que levámos a 350 quilómetros de distância e gostava sinceramente que daqui a uns anos olhássemos para isto e pensássemos que este foi o ponto de partida, foi aquela equipa, aquele treinador, aqueles dirigentes, foram aquelas pessoas que estiveram nesta época que conseguiram iniciar isto."

 

José Mota (treinador do Desportivo das Aves): "Acho que tenho alguns momentos bons na carreira e é claro que este é um dos grandes feitos, porque é uma final da taça, é um sonho de menino. Todos crescemos a sonhar e com a intenção de fazer algo e eu sempre sonhei com uma final da Taça de Portugal. Esta oportunidade foi-me dada e normalmente agarro as oportunidades que me dão.

Fico agradecido ao Desportivo das Aves, a esta massa associativa, que é fantástica. Se calhar pela primeira vez vamos ter um clube de uma vila, ou de uma freguesia na final no Jamor.

Quando se chega a uma meia-final, o escalão, muitas vezes é indiferente. Hoje provou-se mais uma vez que o Caldas tem uma boa equipa, bons jogadores, está muito bem comandado. Merece todo o realce desta prova, foi o 'outsider' desta Taça de Portugal e tem bons jogadores, que no futuro próximo poderão ter também a sua oportunidade para se imporem no futebol.

Este fator em duas mãos claro que beneficia sempre uma equipa mais forte que tem mais possibilidades de mostrar o seu poderio, como foi o caso. Nos dois jogos o Desportivo das Aves foi melhor, sempre com réplica do Caldas, mas foi melhor, com mais oportunidades, mais golos, ao nível de posse de bola.

O desportivo das Aves é sem dúvida alguma merecedor de estar na final da taça, porque foi realmente melhor que o Caldas."

 

DYA/AYCO // VR

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar