02-02-2019 Desporto, Lusa Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

SÍNTESE: Taça Davis: Portugal perde com Cazaquistão e permanece no Grupo I

Astana, 02 fev – A seleção portuguesa de ténis perdeu hoje com o Cazaquistão, por 3-1, no National Tennis Center, em Astana, e falhou o acesso ao Grupo Mundial da Taça Davis, e vai permanecer no Grupo I da Zona Euro/África.

Depois da derrota nos dois encontros de singulares disputados na sexta-feira, traduzidos em dois pontos para o saldo da equipa anfitriã, João Sousa e Gastão Elias conseguiram dar algum fôlego a Portugal, ao ganharem o desafio de pares frente Timur Khabibulin (154.º no ‘ranking’ ATP de pares) e Alekxandr Nedovyesov (408.º da mesma hierarquia) em três ‘sets’, pelos parciais de 3-6, 6-3 e 6-4, em uma hora e 40 minutos.

Os tenistas de Guimarães (32.º em pares) e da Lourinhã (328.º da mesma hierarquia) nem entraram bem no encontro, tendo sofrido um ‘break’ no sexto jogo e perdido o primeiro ‘set’, mas arrancaram com um ritmo mais intenso, mais assertivos e entrosados na segunda partida e, graças ao crescente ascendente que ganharam sobre os adversários, conquistaram o primeiro ponto para as cores nacionais.

Concluída a primeira missão da formação portuguesa de, segundoo capitão Rui Machado, “vencer o encontro de pares para deixar a eliminatória em aberto”, coube a João Sousa a responsabilidade de defrontar Mikhail Kukushkin (55.º do circuito) para tentar estabelecer a igualdade no marcador e adiar a decisão da qualificação para o Grupo Mundial para o último encontro de singulares.

No entanto, o vimaranense, 39.º colocado do ‘ranking’, perdeu frente ao jogador mais cotado da equipa anfitriã, em dois ‘sets’, pelos parciais de 4-6 e 1-6, em uma hora e 15 minutos.

João Sousa não foi capaz de se exibir ao seu melhor nível e, com um registo de 45 erros não forçados, face a apenas 12 ‘winners’ e três ases, perdeu frente a Kukushkin, que somou um às, seis pontos ‘winners’ e 19 erros não forçados, para bater pela segunda vez na carreira o português.

Com a derrota por 3-1 no National Tennis Center, em Astana, onde a seleção do Cazaquistão venceu as últimas 11 das 12 eliminatórias, Portugal perdeu, pela terceira vez, a oportunidade de integrar o Grupo Mundial da Taça Davis, depois de 1994 e 2017, permanecendo assim no Grupo I da Zona Euro/África.

 

SRYS // JP

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar