08-02-2019 Lusa, Peniche Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Forte da Consolação vai entrar em obras de requalificação em Peniche

Peniche, Leiria, 08 fev (Lusa)- A Câmara de Peniche vai iniciar as obras de requalificação do Forte de Consolação, orçadas em 459 mil euros, para aí criar um centro interpretativo sobre o património geológico e defensivo-militar, disse hoje o seu presidente.

Henrique Bertino disse à agência Lusa que o Tribunal de Contas “deu luz verde” ao início da empreitada de requalificação do Forte da Consolação, ao dar visto ao contrato de adjudicação assinado entre o empreiteiro vencedor do concurso público e este município do distrito de Leiria.

As obras, comparticipadas em 85% por fundos comunitários, vão decorrer durante nove meses.

Devido aos invernos rigorosos, o Forte da Consolação chegou a estar em risco de segurança, na sequência de uma derrocada ocorrida em 2010, que, apesar de não ter causado vítimas, obrigou a câmara a pedir ao Ministério do Ambiente uma intervenção com caráter de urgência.

A empreitada de consolidação da arriba, em cima da qual o forte foi construído, ficou concluída em 2015.

A autarquia pretende aí instalar um centro interpretativo sobre o património geológico do concelho de Peniche e sobre sistema militar defensivo e, ainda, um espaço multiusos para conferências.

Em 2017, o Forte da Consolação foi cedido pelo Estado ao município por um período de 25 anos.

O Forte da Consolação foi construído em 1641 com a finalidade de reforçar a defesa de Peniche, no âmbito da estratégica desenvolvida para a linha costeira de Portugal.

Em 1947, depois de estar desativado das suas funções militares, chegou a ser ocupado como colónia de férias.

Em 1978 foi classificado como património nacional.

 

FYC // MLS

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar