19-09-2018 Imprimir PDF     Print    Print

Todos os dias és sempre amigo

És para mim o pai sempre amado
O tesouro da minha vida
Que me deu o Pai tão sagrado
Como também a minha mãe querida

Oh! Sinto-me feliz quando te beijo
Deixar de te amar eu não consigo
São palavras que te digo quando te vejo
Todos os dias és sempre amigo

No calor dos teus doces braços
Eu sinto os teus beijos cheios de amor
Se um dia perder os teus abraços
Deixarás em mim uma grande dor

Se fosse tudo como Deus quis
E houvesse muito mais carinho
O mundo era mais feliz
Amando o nosso pai mesmo velhinho

Fernando Vieira
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar