14-08-2019 Imprimir PDF     Print    Print

Dois mil postais ilustrados em exposição

O Centro Interpretativo de Atouguia da Baleia tem patente até 14 de setembro a exposição “O meu país é o que o mar não quer”, de Paulo Palma (arquiteto paisagista), com cerca de dois mil postais ilustrados da costa portuguesa editados ao longo do séc. XX.

Embora os postais ilustrados sejam o espelho de uma determinada circunstância, o seu conjunto permite perceber o processo de transformação da paisagem pelos agentes naturais de erosão como a água e o vento, a importância da pesca na afirmação identitária nacional e a pressão da ocupação urbanística que acelerou o processo de erosão.
A exposição é uma iniciativa integrada no Projeto Intermunicipal “Programação Cultural em Rede: Territórios com História: o Mar, as Pescas e as Comunidades - Ílhavo, Peniche e Murtosa”, cofinanciada ao abrigo do Programa Centro 2020.

Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar