12-03-2019 Mariana Martinho Imprimir PDF     Print    Print

Monte Olivett promove o Enterro do Entrudo há 10 anos

O enterro do entrudo nas Caldas da Rainha voltou a realizar-se na noite da passada quarta-feira, pelo décimo ano consecutivo, com o habitual cortejo fúnebre pelas ruas da cidade, onde não faltaram um padre, o coveiro e várias viúvas. Muito humor e crítica mordaz fizeram as delícias de algumas centenas de curiosos, que cada vez mais se juntam ao cortejo para se despedirem do carnaval.

[+] Fotos
No cortejo fúnebre não faltaram um padre, o coveiro e várias viúvas
Foi a Associação Cultural Desportiva e Recreativa de Santo Onofre – Monte Olivett quem organizou o evento e o cortejo fúnebre, iniciado na Rua Maestro Carlos Silva (Monte Olivett), passou pela Praça da Fruta e rotunda da Fonte Luminosa, até chegar à praça da Universidade, onde se queimou o morto.
Acompanhar a carreta da agência funerária Ka-tespero, que transportava o defunto entrudo, onde não faltou “o falo das Caldas”, estavam os coveiros e um figurante vestido de padre, que ia benzendo tudo e todos. Sem esquecer as viúvas (tinha várias) que se iam lamuriando e gritando a morte do marido, e ainda as carpideiras, que faziam uma gritaria infernal, em louvor ao morto.
O cortejo, que durou mais de uma hora, tem tido cada vez mais aderentes, de ano para ano, e à medida que ia passando pelas ruas, os curiosos iam-se juntando. No final os foliões dirigiram-se para a praça da ex-UAL para as cenas de choro pelo ente querido - “o entrudo”, durante a leitura do testamento.
Esta iniciativa, que começou por ser apenas uma brincadeira de bairro entre os membros da associação, tem “atraído cada vez mais adeptos”. “Ano após ano o cortejo tem atraído cada vez mais curiosos, tendo este ano pessoas que vieram de propósito à cidade para assistir à tradição”, contou o dirigente da coletividade do Monte Olivett, João Pina, que se mostrou muito contente com adesão a esta iniciativa.
Nesse sentido garantiu que a tradição é para continuar, como “todos os eventos que a coletividade tem promovido ao longo dos anos”.
A acompanhar o cortejo fúnebre esteve o presidente da Câmara Municipal, Tinta Ferreira, que sublinhou que “um grande carnaval tem que ter um enterro a condizer, e este foi um bom enterro”. Aproveitou a ocasião para agradecer ao Monte Olivett por mais uma vez promover a tradição, que “espero que continue”.
Presente também esteve o presidente da União de Freguesias Santo Onofre e Serra do Bouro, Jorge Varela, que destacou que “esta é uma tradição que é importante valorizar e continuar a apoiar”. Além disso referiu que “esta é uma maneira fantástica de celebrar os dez anos da iniciativa nas Caldas da Rainha, que cada vez mais atrai muitas pessoas”.
Igualmente congratulou a coletividade por continuar a promover esta tradição, mostrando assim o “espírito forte do associativo nas Caldas”.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar