09-08-2021 Imprimir PDF     Print    Print

Vinhos do Oeste distinguidos no Concurso “Os Melhores Vinhos da Região Demarcada de Lisboa”

Entre um total de 189 vinhos, o júri do concurso “Os Melhores Vinhos da Região Demarcada de Lisboa”, formado por 20 reputados enólogos, jornalistas e enófilos, reunidos no Hotel Dolce Campo Real, em Torres Vedras, atribuiu dois prémios de excelência, 25 medalhas de ouro, 29 pratas, um grande ouro que foi eleito como o melhor Arinto de Lisboa, e foram distinguidas ainda com grande ouro duas aguardentes de Denominação de Origem Lourinhã.

A Região Demarcada dos Vinhos de Lisboa inclui nove Denominações de Origem
Da Zona Oeste foram premiados os seguintes vinhos: Medalha de Excelência: - Adega da Vermelha – Branco – Grande Reserva – 2017 – Moscatel Graúdo – DOP Óbidos; Medalha Grande Ouro: Adega Cooperativa da Lourinhã XO 29a Série – Aguardente – DO Lourinhã; Quinta do Rol – Aguardente – DO Lourinhã – VSCP – Quinta do Rol; Medalha Ouro: Quinta do Gradil Martinus Johanuis – Tinto – 2019 – Tannat. Touriga Nacional IGP Lisboa – Quinta do Gradil; Mundus – Tinto – Reserva 2013 IGP Lisboa – Adega Cooperativa Vermelha; Adega da Vermelha – Tinto – Grande Reserva 2015 – Syrah –Touriga Nacional DOP Óbidos; Quinta Várzea da Pedra da Pedra – Branco - 2017 Fernão Pires – DOP Óbidos; Quinta do Gradil – Branco – 2019 – Arinto – IGP Lisboa; Quinta das Cerejeiras – Branco – Grande Reserva 2018 DOP Óbidos Companhia Agrícola Sanguinhal; Mundus – Branco – Colheita Selecionada 2019 – Arinto – IGP – Adega da Vermelha; Adega Cooperativa da Lourinhã XO 28a Série Aguardente – DO Lourinhã – XO; Medalha Prata: Quinta das Cerejeiras – Rosado – 2019 – IGP – Lisboa – Companhia Agrícola Sanguinhal; Quinta S. Francisco – Branco – Colheita Tardia 2010 – IGP. Lisboa Companhia Agrícola Sanguinhal.
“Elegância, grande equilíbrio, frescura e mineralidade” foram as caraterísticas desta região vinhateira apontadas por Francisco Toscano Rico, presidente da Comissão Vitivinícola Regional.
Com as vendas a duplicar nos últimos cinco anos, Lisboa é hoje a região líder no crescimento das exportações do vinho português, superando já os 80% da sua produção para mais de 100 destinos, tendo como principais mercados de consumo os Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Brasil e Austrália, e na Europa os países escandinavos e a Polónia.
A Região Demarcada dos Vinhos de Lisboa integra um universo de dois mil vitivinicultores, que exploram dez mil hectares de vinha certificada. Nela estão integradas nove Denominações de Origem (Colares, Carcavelos, Bucelas, Arruda, Alenquer, Torres Vedras, Óbidos, Encostas D ´Aire e Lourinhã, esta última exclusivamente demarcada para aguardentes).
As vendas totalizam 65 milhões de garrafas comercializadas com a certificação de Vinho Regional de Lisboa ou com a certificação das Denominações de Origem.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar