11-09-2019 Imprimir PDF     Print    Print

Polícia Judiciária detém assaltantes muito violentos

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, contando com a colaboração da GNR e da Guardia Civil de Espanha, localizou, identificou e deteve dois homens, de 21 e 40 anos, fortemente indiciados pela prática de crimes de roubo agravado, homicídio na forma tentada, violação, sequestro, exposição ao abandono e detenção de arma proibida.

A ocorrência teve lugar a 25 de agosto, pelas duas e meia da madrugada, iniciando-se quando os agora detidos entraram abruptamente numa residência, no Sobral, no concelho da Lourinhã e na qual residiam tio e sobrinha, a quem exigiram a entrega de dinheiro e objetos em ouro.
As vítimas eram conhecidas dos autores e foram selvaticamente agredidas, tendo a mulher, de 53 anos, que tratava do tio doente oncológico, sido violada.
Após efetuarem o roubo na habitação, os indivíduos colocaram o homem, de 73 anos, no porta-bagagens de uma viatura que lhe pertencia e a mulher no banco traseiro, ambos manietados.
Vieram a abandonar a vítima masculina, que julgavam estar morta, num pinhal existente na zona de São Bartolomeu dos Galegos e, alguns quilómetros depois, a mulher, sobre quem desferiram um disparo de arma de fogo na cabeça, visando a sua morte.
De seguida, os autores fugiram utilizando a mesma viatura, vindo a ser localizados e detidos, no dia 27 de agosto, em cumprimento de mandado de detenção europeu, quando se deslocavam de táxi numa localidade do norte de Espanha.
Os detidos apropriaram-se de bastante dinheiro, ainda não totalmente quantificado, de objetos em ouro e de uma arma de fogo que uma das vítimas possuía.
Os autores foram entregues às autoridades portuguesas na passada sexta-feira e foram presentes a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.
As vítimas sofreram ferimentos grave.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar