14-06-2018 Francisco Gomes Imprimir PDF     Print    Print

Universidades seniores juntam 2.200 alunos em convívio

Um encontro nacional – o maior de sempre – juntou na Nazaré 60 universidades e 2.200 seniores. Um momento de convívio que serviu para confirmar o bem-estar que as universidades seniores proporcionam para um envelhecimento ativo e em companhia.

Convívio na Nazaré juntou 60 universidades séniores
“Fiquei viúva e estava sozinha em casa entre quatro paredes. As minhas colegas e amigas incentivaram-me a frequentar a universidade sénior e estou muito feliz, porque divertimo-nos e aprendemos muito”, manifestou Micaela Garcia, da Universidade Sénior de Monforte.
“Por exemplo, temos inglês, português, aulas de saúde e história, trabalhos manuais e diversas coisas”, descreveu Celeste Calmeiro, da Universidade Sénior de Almeirim. “Sentia-me sozinha em casa e foi muito bom ter ido para a universidade”, acrescentou.
“Fazemos escrita criativa, vamos fazer parte de um teatro, já participámos na aprendizagem de futebol e temos muitas atividades”, indicou Florinda Marques, da Universidade Sénior do Fundão.
Os conhecimentos da vida são também aperfeiçoados na universidade e postos em prática, como acontece com o fotógrafo de serviço João Silva, da Universidade Sénior de Gavião. “A universidade distrai-me. Como tenho Parkinson não consigo dançar, porque o pé prende, mas tiro fotografias”, relatou.
A idade mínima para frequentar é de 50 anos e o valor médio nacional das mensalidades são de doze euros. Os professores são voluntários e testemunham a felicidade dos alunos. “Não ficam agarrados ao sofá e convivem. Aprendem muito e fazem coisas bonitas, disse Isabel Costa, professora na Universidade Sénior de Peniche.
“O mais importante é que todos os dias os alunos têm um objetivo com as aulas”, referiu Filipa Lopes, presidente da Universidade Sénior da Nazaré.
As universidades funcionam em horário laboral, durante a semana, seguindo o calendário escolar. E agora que se aproximam as férias, há quem tenha pena do tempo em que não vai estar na universidade. “Não podemos ir todos juntos à praia”, gracejou César Marques, da Universidade Sénior de Mação.
Em Portugal, são mais de 45.000 alunos, 5.500 professores voluntários e 300 estabelecimentos de ensino, onde os seniores se sentem ocupados, úteis e felizes.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar