16-10-2019 Francisco Gomes Imprimir PDF     Print    Print

CCC organiza festival internacional de jazz

No âmbito do Caldas Nice Jazz, festival internacional de jazz organizado pelo Centro Cultural e de Congressos (CCC) das Caldas da Rainha, que decorre até 2 de novembro, o JORNAL DAS CALDAS descreve os espetáculos que terão lugar até 24 de outubro.

Kinga Glyk, aos 20 anos, é uma estrela em ascensão da música jazz blues

Nesta quarta-feira, 16 de outubro, pelas 17h, a Escola de Jazz do Porto faz um tributo a Herbie Nichols, na Escola de Hotelaria e Turismo do Oeste, onde a entrada é livre. Temas de Herbie Nichols serão interpretados por Francisca Oliveira, voz e criação das letras, Joana Carvalhas, violino, Tiago Luz, guitarra elétrica, João Quintanilha, contrabaixo, e Gaspar Ribeiro, bateria.

No dia 17, pelas 21h30, a Orquestra de Jazz de Matosinhos (OJM) atua no CCC. Criada em 1999 com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos, a OJM cumpre o papel de uma orquestra nacional de jazz.

Tem investido no desenvolvimento de projetos artísticos diversificados e formativos, e na edição discográfica de jazz português.

O bilhete custa quinze euros.

No dia 18, às 21h30, entra em cena Kinga Glyk. Aos 20 anos é considerada a melhor baixista polaca da nova geração e uma estrela em ascensão da música jazz blues. Começou a sua aventura com música aos 12 anos, tocando numa banda da família. Apesar da sua idade, já fez muitos espetáculos não apenas na Polónia, mas também em países como Indonésia, Áustria, Alemanha, Suíça, Itália, Portugal, Eslováquia, República Checa e Ucrânia.

Em março de 2015, lançou o seu álbum de estreia, “Rejestracja”. O CD recebeu críticas positivas. Em fevereiro de 2016, Kinga gravou ao vivo o seu segundo álbum - “Happy Birthday”.

Em junho de 2016, um vídeo de Kinga a apresentar “Tears in heaven”, de Eric Clapton, foi postado pelo Bass Player United no Facebook, atingindo 20 milhões de visualizações.

Em outubro de 2017, foi lançado o seu último álbum de estúdio, “Dream”.

O bilhete custa quinze euros.

No dia 20, às 17h, está prevista a atuação dos Bjazz no salão de São Gregório. Os Bjazz são um grupo de amigos músicos da região de Óbidos, que juntaram a sua experiência musical para dar boa música e muita diversão. A irreverência destes músicos conduz a uma nova roupagem aos grandes standards do jazz tradicional, dando largas à criatividade e improvisação.

Este é um grupo que gosta de estar junto do público e do calor humano, sempre dentro do estilo happiness jazz, começando pelos standards do Dixieland dos anos 20 até ao atual funky passando pelos incontornáveis blues.

A entrada é livre.

No dia 23, pelas 21h30, atuam os Pumpkin Land’s Combo, no Café Capristanos. O grupo é formado por Beatriz Silva (voz), Nuno Mendes (saxofone tenor e soprano), Jorge Mota (piano), Tiago Lopes (baixo) e Bruno Monteiro (bateria).

Este combo surge na sequência das diversas formações, que ao longo dos últimos anos, têm surgido no concelho da Nazaré. Os seus elementos surgem no jazz através da Orquestra do Valado e da Big Band da Nazaré.

O maestro Adelino Mota é o coordenador deste projeto, que já tem vários concertos em perspetiva, incluindo a participação no Festival “FoncasJazz” em Espanha. Apresenta um repertório baseado em standards de jazz, com versões próprias, homenageando artistas como Billie Holiday, Ella Fitzgerald, Nat King Cole, Nina Simone, Natalie Cole, entre outros.

A entrada é livre.

Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar