18-09-2019 Imprimir PDF     Print    Print

Futuros médicos ajudam população de Óbidos

De 8 a 14 de setembro, mais de meia centena de estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto esteve em Óbidos numa atividade intitulada “Medicina Vai”.

Uma das atividades foi a realização de rastreios cardiovasculares
A iniciativa, promovida pela Associação de Estudantes (AEFMUP), em parceria com o programa Óbidos + Ativo da Câmara Municipal de Óbidos, realiza-se pela oitava vez e destina-se a pessoas de todas as idades, visando promover a saúde em todo o país, combater o desequilíbrio social e a falta de oportunidades.
Os jovens, na sua última semana de férias, realizaram rastreios cardiovasculares gratuitos, ações de sensibilização sobre doenças sexualmente transmissíveis e iniciativas de envelhecimento ativo. Para além disso, a ação “Hospital dos Pequeninos” recriou o ambiente hospitalar de uma forma ligeira, com consultas aos bonecos das crianças, de modo a desmistificar a relação com o médico e para que estas percam o “medo da bata branca”.
A preocupação com o ambiente começa também a ganhar raízes nesta atividade: este ano, pela primeira vez, foram plantadas cerca de 60 árvores no Parque da Vila. De seguida, os estudantes participaram na Caminhada do “Amigo Especial”.
Distribuídos pelas várias freguesias de Óbidos, os futuros doutores reconhecem a importância do contato real com o que vai ser o seu dia-a-dia depois do curso, participando também nas consultas de apoio domiciliário do município.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar