07-08-2019 Imprimir PDF     Print    Print

Pescadores podem apanhar mais sardinhas

O Governo aumentou a quota de pesca da sardinha em 25%, o que permitirá aos pescadores manterem a faina até outubro, anunciou em Peniche a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, no passado dia 1.

"A biomassa (sardinha no mar) cresceu 24% e nós tomámos a decisão de aumentar a quota", afirmou a ministra. A medida reflete-se numa quota total permitida para este ano na ordem das 9.000 toneladas, mais 1.800 toneladas de sardinha que as 7.181 toneladas inicialmente acordadas para 2019 entre Portugal, Espanha e a Comissão Europeia para garantir a sustentabilidade do 'stock' de sardinhas.
"Depois de alguns anos em que sistematicamente descia a quantidade de biomassa, este ano tivemos uma inflexão", declarou Ana Paula Vitorino.
De acordo com a ministra, os valores agora estabelecidos "mantêm a margem de segurança", mas permitem aos pescadores não precisar de reduzir os volumes de captura e garantir a atividade até outubro.
Em vigor mantém-se a interdição da pesca da sardinha às quartas-feiras e os limites diários de captura.
Segundo a agência Lusa, o valor estabelecido é 1.012 quilos (45 cabazes) para embarcações com comprimento igual ou inferior a nove metros, 2.124 quilos (90 cabazes) para barcos com comprimento superior a nove metros e inferior ou igual a 16 metros, e de 3.036 quilos (135 cabazes) para embarcações com comprimento superior a 16 metros.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar