13-07-2020 António M. Santos Imprimir PDF     Print    Print

S. Martinho do Porto

O impensável aconteceu

Terra original e hospitaleira, que ao longo dos anos tem apresentado uma evolução sustentada, com melhorias globais na dinâmica e cuidado com o seu espaço urbano, propiciando aos seus habitantes e visitantes um enquadramento de agradável envolvência, por todos reconhecido.

Instituições públicas e privadas em conjunto, para tal têm contribuído, sendo merecedoras de elogio e agradecimento.
Mas, o impensável aconteceu. Por motivos de incumprimento das normas de utilização, o elevador que permite o acesso entre a zona da praia e a parte alta de São Martinho, foi encerrado.
O elevador é, para quem vive em São Martinho e tem limitações na mobilidade, por doença ou por idade, a única possibilidade confortável e segura, de aceder à zona pedonal da Concha, onde pela sua agradabilidade, propicia convivência e recordações.
Este elevador, reconhecimento presente a quem o idealizou e concretizou, tornou-se assim uma via indispensável, não só para os veraneantes, mas fundamentalmente para as pessoas que vivem em São Martinho.
Encerrado há algum tempo, continua a não haver indicação para o retomar do seu funcionamento.
Acreditamos, que independentemente da justificação para o seu encerramento e de eventuais dificuldades para a sua reabertura, dentro das normas actualmente requeridas, é imperioso que seja encontrada uma solução para uma rápida resolução desta situação inaceitável.
Agradeço desde já a quem intervier na resolução deste problema se, quando este artigo for publicado, o elevador já estiver a funcionar
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar