02-11-2018 Lusa, Torres Vedras Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

PSD/Oeste pede à CIM que esclareça junto do Governo passes nos transportes

Torres Vedras, Lisboa, 02 nov (Lusa) - Os autarcas da distrital do PSD/Oeste defenderam hoje que a Comunidade Intermunicipal diligencie junto do Governo para que a população venha a beneficiar da redução dos passes nos transportes.

Em comunicado, os eleitos do PSD nas câmaras municipais de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Cadaval, Lourinhã, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras, no distrito de Lisboa, a partir de onde se deslocam todos os dias centenas de pessoas para trabalhar ou estudar em Lisboa, apelaram a que a OesteCim “faça as diligências necessárias e adote as medidas que tiver por convenientes, junto do Governo, para que este clarifique rapidamente” como é que a região poderá vir a ser beneficiada com a redução no preço dos passes dos transportes.

Os autarcas sociais-democratas não querem que “as populações oestinas sejam penalizadas nem discriminadas” pela medida anunciada pelo Governo.

Para o PSD/Oeste, os apoios propostos no Orçamento do Estado para a redução do preço dos passes nos transportes “pecam por falta de transparência e só fazem sentido se e quando aplicados a todo o território nacional e não apenas às áreas metropolitanas de Lisboa e Porto”.

Os sociais-democratas da região Oeste “não aceitam que haja no futuro diferenças superiores a 140 euros” nos passes entre os territórios da Área Metropolitana de Lisboa e da Comunidade Intermunicipal do Oeste.

Os autarcas defenderam que a valorização e a promoção da utilização dos transportes públicos é “um passo relevante não só para a redução das emissões de dióxido de carbono, mas também para a melhoria da mobilidade e, naturalmente, para aumentar a qualidade de vida das populações”.

Na terça-feira, o ministro do Ambiente e da Transição Energética defendeu a redução do preço dos passes em todo o país, mas admitiu que será impossível essa baixa antes de abril de 2019 para permitir um acordo entre transportadoras e autarquias.

Os novos passes sociais anunciados para a AML vão ter um custo máximo de 40 euros por mês.

Em setembro, antes de conhecer a proposta de Orçamento do Estado para 2019, a OesteCim defendeu junto do Ministério do Ambiente que os 12 municípios da região sejam abrangidos pela redução dos preços dos transportes públicos.

Para o presidente da OesteCim, Pedro Folgado, “não seria muito justo que as populações da Área Metropolitana de Lisboa (AML) fossem beneficiadas com essa redução e os habitantes destes concelhos, que se deslocam diariamente para Lisboa para trabalhar ou estudar, fossem prejudicados ao não serem abrangidos”, acrescentou.

A OesteCim é composta pelos municípios de Alcobaça, Alenquer, Arruda dos Vinhos, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Lourinhã, Óbidos, Nazaré, Peniche, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras.

 

FYC (NS/DYA) // MLS

Lusa/Fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar