20-11-2019 Imprimir PDF     Print    Print

Ondas de Peniche consagram novos campeões de surf masters

A Praia do Molhe Leste, em Peniche, recebeu o Campeonato Nacional da disciplina, numa coorganização do Peniche Surfing Clube e da Câmara Municipal de Peniche, consagrando André Dias, Mónica Santos, Francisco Cruz, Sérgio Nunes e Pedro Couto como campeões nacionais masters de 2019.

Prova no Molhe Leste (foto Peniche Surfing Clube/Monica Santos Photography)

Entre as senhoras, que tiveram a sorte de apanhar uma das melhores fases da maré e definitivamente algumas das melhores ondas do campeonato, Mónica Santos e Anita Lino, ambas do Peniche Surfing Clube, lutaram entre si pelo título nacional surf masters feminino (+35 anos). No final, a vitória coube a Mónica Santos, mais experiente na seleção de ondas e competente no desempenho em cima da sua prancha, deixando a sua adversária a precisar de uma onda de 9,08 pontos (em 10 possíveis).

Em surf masters masculino, o algarvio Francisco Canelas (Portimão Surf Clube) dominou grande parte da final e foi mesmo um dos surfistas em destaque nas águas de Peniche. No entanto, André Dias (Peniche Surfing Clube), surfista local e antigo campeão nas camadas jovens, acabaria por impôr o seu surf e dar a volta ao resultado nos últimos minutos, reclamando a si o triunfo na categoria.

A final Grand Master (+40 anos) foi dominada por surfistas do Peniche Surfing Clube. Francisco Cruz, com uma escolha de ondas impecável e um surf consistente de backside, levou de vencida os seus adversários e subiu ao lugar mais alto do pódio. André Dias ocupou o segundo lugar.

Nos Kahuna (+45 anos) Sérgio Nunes, do Clube Naval do Funchal, tornou-se o primeiro surfista a conquistar um título nacional de surf para a Região Autónoma da Madeira. A atuação do atleta madeirense nas meias-finais já tinha enchido o olho, com este a registar bons scores, mas foi na final que se demarcou da concorrência. Gustavo Gouveia (Clube Naval de Portimão), que no ano passado tinha vencido a Grand Masters, teve que se contentar com o título de vice-campeão nacional. 

Na Grand Kahuna (+50 anos), a categoria dos mais experientes, só nos últimos 10 minutos Pedro Couto “Pirujo” conseguiu assegurar a vitória, renovando assim um título que já lhe pertence desde 2016. António Leopoldo (Peniche Surfing Clube) dominou grande parte da final, mas acabou por ficar com o título de vice-campeão nacional. 

Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar