10-04-2019 Imprimir PDF     Print    Print

Dia Nacional do Combatente com presença de núcleo caldense

O Núcleo das Caldas da Rainha da Liga dos Combatentes participou na cerimónia do Dia Nacional do Combatente, que se realizou no dia 6 de abril, no Mosteiro da Batalha, com um significativo efetivo, 48 participantes, constituindo-se como um dos núcleos com o maior número de presenças.

A cerimónia decorreu no Mosteiro da Batalha
Na cerimónia estiveram diversas entidades, entre as quais, se destacam, o ministro da Defesa Nacional, João Cravinho, o presidente da Direção Central da Liga dos Combatentes, tenente-general Joaquim Chito Rodrigues, e cerca de cem Núcleos da Liga dos Combatentes de norte a sul do país, que se fizeram representar juntamente com os seus associados, familiares e convidados.
A cerimónia iniciou-se com uma missa de sufrágio pelos combatentes falecidos, na Igreja do Mosteiro da Batalha. Seguiu-se a prestação de honras militares às altas entidades com disparo de salvas de várias peças de artilharia presente no local, alocuções e desfile das forças em parada.
“Há antigos combatentes que não são professores, não são enfermeiros e não são juízes e que merecem o apoio económico e social efetivo no processo de envelhecimento, com adequado apoio hospitalar, nomeadamente do hospital das Forças Armadas. Há antigos combatentes que têm pensões de pobreza”, revelou o presidente da Liga dos Combatentes, tenente-general Chito Rodrigues.
O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, defendeu que “o Estado tem obrigação de lhes dar [aos ex-combatentes] apoio e às suas famílias nas dificuldades físicas e mentais que advêm da experiência da guerra, e tem responsabilidade de o fazer ao longo de toda a sua vida”.
A cerimónia terminou na sala do Capítulo com uma deposição de flores no túmulo do soldado desconhecido e honras militares aos mortos caídos em defesa da pátria.
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar