14-12-2007 Lusa Imprimir PDF     Print    Print

Exposição de fotografias evoca memoria história do concelho

Exposição de fotografias evoca memoria história do concelho


Um vasto corredor de fotografias sobre Alcobaça espera visitante

Patente na Ala Sul do Mosteiro de Alcobaça

David Mariano

 

É uma viagem pela história do concelho de Alcobaça através das imagens e foi inaugurada no passado domingo, dia 9 de Dezembro, na Galeria de Exposições Temporárias do Mosteiro de Alcobaça. “Alcobaça Revisitada – Vivências e Património” dispõe-se aí como uma exaustiva mostra fotográfica sobre as memórias do Concelho de Alcobaça no Século XX, mas é mais do que isso. Trata-se de um colossal espólio de fotografias que retrata a evolução do município alcobacense, das suas gentes e do património histórico, cultural e ambiental que o foi caracterizando ao longo dos tempos.



Nada parece ter sido deixado ao acaso e existe uma imensidão de pormenores retratados no conjunto de fotografias expostas (cujo resultado acaba por ter um efeito que nos remete para a tradição decorativa do mosaico): episódios sociais de diversas décadas, visitas oficiais, acontecimentos desportivos, festividades locais, cerimónias protocolares, eventos culturais, entre outros. Tudo isto de modo a ilustrar as realidades e mentalidades de várias épocas, acompanhadas ainda de alguns objectos pessoais que pertenceram a figuras célebres da região.

É um facto: celebridades não faltam por aqui (desde António Oliveira Salazar à formação musical The Gift vemos de tudo um pouco). E contudo, podemos eleger a comunidade alcobacense como a personagem principal no seio desta iniciativa: a quantidade de rostos e corpos que compõem as imagens são no fundo aquilo que conjuga uma espécie de elogio à diversidade humana nesta região – e quem sabe o próprio leitor não se reconhece também por ali (basta para isso um pouco de paciência e o género de aplicação que se empenha em exercícios do tipo “Onde está o Wally?”).

A oportunidade para isso continua durante cerca de um mês na Ala Sul do Mosteiro de Alcobaça (ou então poderá adquirir o catálogo oficial que reúne todas as fotografias da exposição), período durante o qual serão realizados no café Tertúlia em Alcobaça, às sextas-feiras à noite, sessões de debate sobre diferentes temas relativos às tradições e vivências de Alcobaça. Quanto ao espaço propriamente dito da exposição, o percurso começa pelos retratos que fazem a história do concelho, seguida de uma exposição de Adriana Freire, alusiva às comemorações dos 650 anos sobre a morte de D. Pedro I e D. Inês de Castro.

O trajecto continua com uma passagem por todas as freguesias (exceptuando Alcobaça) a que se sucedem os retratos dos Presidentes de Câmara que lideraram a autarquia durante o Estado Novo até ao período democrático, o qual se estende aos dias de hoje. Há mais: a Sala do Mosteiro expõe igualmente as obras de reintegração do monumento e zona envolvente na década de 1930, terminando com uma visita à cidade de Alcobaça que contempla toda a Ala Nascente do Mosteiro.

A ideia, que nasceu há alguns anos de um convite do Director do Mosteiro de Alcobaça, Rui Rasquilho, ao Comissário da Exposição Jorge Pereira de Sampaio (então na qualidade de Técnico do extinto IPPAR), para comissariar uma outra exposição denominada “Colecção Cerâmica da Casa Museu Vieira Natividade e as Fábricas do Concelho de Alcobaça”, devolve deste modo a memória e a imagem colectiva que um concelho detém sobre si próprio. É nesse espelho de reconhecimento, povoado pela figura humana no seu contexto arquitectónico e regional, que se imprime uma espessa bruma de nostalgia.

Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar