19-03-2008 Educação,Lusa Imprimir PDF     Print    Print

Caldas acolheu os Campeonatos Internacionais de Portugal em Badminton

Caldas acolheu os Campeonatos Internacionais de Portugal em Badminton
Os jogos foram sempre espectacularesO indiano Anand Pawar e a japonesa Kaori Imabeppu venceram, em singulares, a 43ª edição dos Campeonatos Internacionais de Portugal em Badminton, prova do Circuito Europeu, com prize-money de 5000 dólares, que decorreram nas Caldas da Rainha, de 13 a 16 de Março. Anand Pawar, 101º no ranking mundial, venceu na final o inglês Carl Baxter, dois lugares abaixo do indiano no ranking, por 21-15 e 21-13, na final de singulares masculinos. Na final de singulares femininos, a japonesa Kaori Imabeppu, 115ª mundial, que afastou a portuguesa Telma Santos nos quartos-de-final, levou a melhor sobre a chinesa Xi Zhang, com os resultados de 21-13 e 21-15. Apesar de derrotada na final de singulares, a chinesa Xi Zhang saiu vencedora da final de pares femininos, formando dupla com a parceira e conterrânea Jiani Cai, depois de vencer o par inglês composto por Mariana Agathangelou e Gabrielle White (21-17 e 21-14). Também em pares mistos, a dupla chinesa Yi Zhang e Jiani Cai venceu a dupla britânica Chris Adcock e Gabrielle White por 21-14 e 21-11. Já em pares masculinos, os holandeses Ruud Bosch e Koen Ridder derrotaram os indianos Rupesh Kumar e Sanave Thomas (21-19 e 22-20). Na variante de Pares Senhoras, Filipa Lamy e Vânia Leça foram eliminadas pela dupla holandesa Patty Stolzenbach/Ilse Vaessen. Na discussão por um lugar nas meias-finais da prova, Telma Santos (24.ª europeia e 62.ª mundial), apesar do apoio entusiástico do público nas bancadas do Pavilhão Rainha D. Leonor, cedeu diante de Kaori Imabeppu, por 10-21 e 13-21, encerrando, assim, a presença portuguesa na variante de Singulares. “A maioria das asiáticas têm um jogo bastante rápido, já esperava que fosse complicado. Queria tentar chegar ao terceiro set, mas, apesar de ter jogado bastante bem, não foi possível. Ela foi mais forte”, disse Telma Santos, que conseguiu a melhor participação entre os portugueses na variante de singulares, mesmo sem alcançar a sua meta. “O meu objectivo era chegar às meias-finais, mas tive de enfrentar esta jogadora, o que não facilitou. De qualquer forma, estou satisfeita com a minha prestação e parto motivada para o próximo torneio na Roménia”, declarou a segunda melhor portuguesa nos rankings europeu e mundial, atrás de Filipa Lamy, com quem disputa, ainda, uma vaga para os Jogos Olímpicos de Pequim 2008. Em pares senhoras, Filipa Lamy e Vânia Leça, a dupla portuguesa que estava ainda em competição, não resistiu ao favoritismo das holandesas Patty Stolzenbach e Ilse Vaessen que jogam e treinam juntas ao longo da época, baqueando em três sets (13-21, 21-19 e 14-21). Filipa Lamy reconheceu a falta de rotina de jogo com Vânia Leça como factor determinante. “Não jogamos há muito tempo juntas. Faltaram automatismos essenciais em jogos de pares”. Já Vânia Leça acusou algum nervosismo, logo no início do jogo, e “elas exploraram esse factor”. Apesar das derrotas, Pedro Martins, líder do ranking europeu de juniores, e Ricardo Fernandes, entraram directamente no quadro, graças à desistência de quatro jogadores, juntando-se a Marco Vasconcelos e Alexandre Paixão, mas viram goradas as suas expectativas ao serem afastados pelos adversários. Em singulares masculinos, os portugueses José Silva, Pedro Gomes, Nuno Santos, Délio Gonçalves, Tomás Nero, Gonçalo Sousa, Miguel Jardim, David Sousa e Ângelo Sousa, José P. Sousa e Fernando Silva acabaram por ser afastados logo no primeiro dia de prova. Carlos Barroso
Tags:

 
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar