18-06-2018 Lusa, Alcobaça Lusa / Notícias Imprimir PDF     Print    Print

Homem que agrediu casal de idosos em Turquel julgado por roubo agravado

Alcobaça, Leiria, 18 jun (Lusa) – Um homem acusado de roubar e agredir um casal de idosos em Turquel, Alcobaça, vai ser julgado no Tribunal de Leiria por dois crimes de roubo agravado, divulgou o Ministério Público (MP).

O Ministério Público deduziu acusação em processo comum e perante o tribunal coletivo contra o homem, de 47 anos, imputando-lhe a prática, “em autoria material e em concurso efetivo, de dois crimes de roubo agravado, na forma consumada”, pode ler-se na página da internet do MP.

Os factos remontam ao dia 03 de abril passado quando, segundo a acusação, cerca das 17:00, o arguido se dirigiu à residência dos idosos de 83 e 79 anos, localizada em Charneca do Carvalhal, Turquel, no concelho de Alcobaça.

“Após ter empurrado o ofendido, que lhe abriu a porta da habitação, introduziu-se no interior da mesma, e desferiu naquele murros por todo o corpo, o que o levaram a cair no solo”, refere a acusação, acrescentando que o arguido pegou então “no cabo em madeira de uma enxada e com ele desferiu diversas pancadas no corpo do ofendido, que o atingiram na cabeça, peito, braços e pernas”.

De seguida, pode ler-se na acusação, “dirigiu-se à ofendida, que se encontrava sentada, agarrou na cadeira e puxou-a, fazendo com que aquela caísse no solo” e agarrou num andarilho, com o qual “desferiu várias pancadas na ofendida, ao mesmo tempo que referia que a matava”.

De acordo com o documento revelado pelo MP, o homem desferiu ainda “um pontapé na cabeça da ofendida, ordenando-lhe que parasse de gritar”, após o que “voltou a agarrar no cabo da enxada e com ele desferiu várias pancadas no ofendido, enquanto exigia que este lhe dissesse onde tinha guardado o dinheiro do casal”.

O alegado agressor apoderou-se da quantia de 150 euros e de diversos objetos, pertença do casal, tais como “um compressor portátil, uma televisão, uma motosserra, uma roçadora, um relógio e diversos atoalhados e produtos de higiene, os quais colocou no interior do seu veículo automóvel”.

O homem acabou por ser intercetado por uma patrulha da GNR, ainda junto à referida residência.

Na acusação considera-se ainda que, em resultado das agressões, a mulher sofreu “dores e hematomas na cabeça” e o marido “dores, escoriações no crânio, equimose na face, corte no quinto dedo da mão direita, corte no braço esquerdo e fratura do fémur esquerdo”, que levou ao seu internamento no Hospital de Leiria até estarem consolidadas as lesões.

A acusação, divulgada na quinta-feira, foi deduzida após a realização da investigação criminal dirigida pelo MP, em exercício de funções no Departamento de Investigação e Ação Penal – Secção de Alcobaça, com a coadjuvação do Destacamento Territorial de Caldas da Rainha da GNR - Posto Territorial de Benedita.

O arguido aguarda a realização de julgamento, desde o dia 05 de abril, em prisão preventiva.

 

DYA // MCL

Lusa/fim

Fonte: VIP - Oeste Global - Jornal Oeste Online / Lusa - © Direitos Reservados (conteúdo exclusivo protegido por contrato)
COMENTÁRIOS
Deverá efectuar login, ou registar-se, para poder comentar este conteúdo.
pub
Classificados LUCKY PANDA.BIZ
Opinião
Ciência & Tecnologia

A carregar, por favor aguarde.
A Carregar